Indicado para o público de todas as idades, o espetáculo ‘A peleja de Maria Bonitinha’, com a Cia. Cuca de Teatro, é a atração convidada do projeto ‘Domingo Tem Teatro’, no próximo dia 27 e em 3, às 10h30, na sala principal do teatro do Centro Universitário de Cultura e Artes (Cuca) da Universidade Estadual de Feira de Santana(Uefs), no município de Feira de Santana. A montagem diverte e transmite valores importantes para as crianças como o respeito às diferenças e a valorização da cultura popular.

Antes da apresentação será realizado a festa brincante, com o ‘Sarau Poemas Brincantes’, apresentando pela escritora Sandra Popoff, que recitará poemas divertidos para as crianças e adultos. O público também poderá recitar os seus poemas preferidos e ainda visitar a exposição de livros da autora.

Domingo Tem Teatro
Foto: Divulgação/Secult

O Domingo Tem Teatro é um projeto realizado há 13 anos e, nesta edição, conta com o patrocínio do Governo do Estado, por meio do Fazcultura, da Pererê e da BN. A iniciativa acontece de março a dezembro. Os interessados em participar do projeto, basta se inscrever aos domingos, no horário das 9h às 12h30 ou pela internet pelo email domingotemteatro@gmail.com.

Com a carteirinha em mãos o público passa a obter mais vantagens e benefícios no teatro e dos parceiros, como descontos nos ingressos e participação nos sorteios semanais e no Especial de Final de ano. No programa do Sócio não há cobrança de mensalidade ou taxas mensais. Todos os benefícios e vantagens são válidos para este ano.

Fazcultura

Parceria entre as secretarias de Cultura (Secult) e da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.

Fonte: Ascom/Secretaria de Cultura do Estado (Secult)