Com destaque para os instrumentos de orquestra que compõem a família das madeiras, a Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) promove uma nova edição do concerto ‘OSBA no MAB’ nesta quinta-feira (17), às 19h, no Museu de Arte da Bahia (MAB), no Corredor da Vitória, em Salvador. A apresentação integra a temporada 2017 da Série Carybé. A entrada é gratuita, mas está sujeita a lotação do espaço.
Com coordenação do músico Pedro Robatto, o concerto aposta num programa que destaca as obras Petite Sinfonie (Pequena Sinfonia para Instrumentos de Sopro) e do compositor francês Charles Gounod (1818-1893); além da Serenata em Ré menor, Op. 44, B.77, do compositor checo Antonín Dvořák (1841-1904).
A apresentação terá como solistas os músicos Pedro Robatto e Solamy Oliveira (clarinetes); Gustavo Seal e Sandra Romero (oboés); Josely Saldanha, Davi Brito e João Magalhães (trompas); Ilza Cruz e Jean Marques (fagotes); Antônio Carlos Portela (flauta); Thomaz Rodrigues (violoncelo) e Gabriel Couto (contrabaixo). O violoncelista Thomaz, que veio da Paraíba, e o contrabaixista Gabriel, recém-chegado de São Paulo, fazem parte desta nova safra de músicos que passaram a integrar a OSBA neste mês de agosto.
Nova Osba
Após a consolidação do processo de publicização, a Associação de Amigos do Teatro Castro Alves (ATCA), organização social sem fins lucrativos, é responsável pela gestão da Osba. Neste novo modelo, a orquestra passa a fazer parte do Programa Estadual de Organizações Sociais, mas permanece como patrimônio público, sendo ainda subsidiada pelo Governo do Estado. Há 35 anos, ela é corpo estável do Teatro Castro Alves (TCA). 
Fonte: Ascom/Osba