Os shows gratuitos do Projeto Música no Parque continuam no próximo sábado (5), no Parque Costa Azul, em Salvador, a partir das 17h, com a apresentação da banda instrumental Ifá. Comemorando seu quarto aniversário, o grupo, com nome que representa o oráculo africano e a sigla para junção inventiva entre ijexá, funk e afrobeat, integra um movimento independente. Em suas apresentações, a banda apresenta um repertório autoral inspirado.

O Música no Parque é realizado por meio do Fazcultura, uma parceria entre as secretarias estaduais de Cultura (Secult) e da Fazenda (Sefaz). O mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA).

Músico e produtor da banda Ifá, Átila Santana explica que o projeto independente surgiu há quatro anos e que o nome é uma sigla que resume os termos ijexá, funk e afrobeat. “O ijexá, além de ritmo, é um grupo étnico que se estabeleceu em Salvador, que a gente pesquisa. O funk é a trilha sonora dos direitos humanos americanos na década de 70, e o afrobeat é a música que Fela Kuti fazia na Nigéria, muito inspirado em James Brown”.

Segundo o artista, o som da banda não se pauta pelo apelo comercial. “É um respeito pela música da diáspora africana e nada melhor do que tocar no parque Costa Azul, em Salvador, que é a cidade mais negra fora da África. Para nós, é excelente, um lugar aberto ao público”.

Banda Ifá
Átila: "Nada melhor do que tocar no parque Costa Azul, em Salvador, a cidade mais negra fora da África".
(Fotos: Elói Corrêa/GOVBA)

Com vista privilegiada para as praias do Jardim de Alah e Jardim dos Namorados, o parque tem estrutura para o esporte e o lazer, além de um teatro de arena ideal para show e espetáculos teatrais. Durante os dias de semana, o comerciante Edvan Santana, 60, vai diariamente ao local para a prática de atividades físicas. “Eu frequento há muitos anos. O parque era mal cuidado. Agora tem a pista de cooper, a ciclovia, os aparelhos de ginástica estão recuperados, melhorou bastante”.

Os alunos do Colégio Estadual Tales de Azevedo, localizado ao lado do parque, também aproveitam o local para atividades de esporte e lazer. O estudante do 3º ano, Tiago Nepomuceno, 18 anos, está sempre lá, com os colegas. “A gente vem passear, andar, jogar, bola, nos divertir. Como está no caminho, não tem jeito não passar por aqui”.

Música no Parque

Música no Parque
O parque tem estrutura para esporte e lazer, além de um teatro de arena ideal para show e peças.

Com a proposta de oferecer shows gratuitos e formar novas plateias, o Projeto Música no Parque completa 16 anos. Nestes anos, foram realizados mais de 170 shows, com uma plateia estimada em mais de 500 mil pessoas e programação aberta a todos os ritmos e estilos musicais. O primeiro show do projeto aconteceu no dia 4 de agosto de 2002, com apresentação da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal da Bahia (Ufba). A partir desta data, aos domingos, uma atração musical se apresentou dentro da programação do projeto.

Entre os vários artistas e grupos musicais que já passaram pelo palco do projeto estão os cantores Riachão, Edil Pacheco, Alexandre Leão, Márcio Melo, Targino Gondim, Luiz Caldas, Lucas Santana, Chico César, Guilherme Arantes, Edson Cordeiro, Belchior, Otto, Eduardo Dussek, Moska, Xangai.

Também participaram do evento as cantoras Jussara Silveira, Lanlan, Mariene de Castro, Sylvia Patrícia, Rebeca Mata, Daniela Firpo, Márcia Short, Simone Sampaio, Lady Zu, Mart’nália, Vânia Abreu, Marcia Castro e as bandas Radiola, Diamba, Scambo, Adão Negro, Lampirônicos, Los Baganas, Cascadura, Ronei Jorge e os Ladrões de Bicicleta, Retrofoguetes.

Fazcultura

O objetivo da Fazcultura é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.

Repórter: Raul Rodrigues