Investindo na formação de um novo público leitor, a Biblioteca Móvel vai aportar no Terreiro de Jesus para a Festa Literária Internacional do Pelourinho (Flipelô), entre os próximos dias 10 e 13 de agosto. Ao longo da programação, promovida pela Fundação Pedro Calmon (FPC), entidade vinculada à Secretaria da Cultura do Estado (SecultBA), além do acervo bibliográfico com mais de mil exemplares, serão desenvolvidas diversas atividades voltadas para as crianças mais novas até o público juvenil e as famílias, que vão se divertir e mergulhar juntas no mundo da escrita e leitura.

Todos os dias, às 9h, a equipe da BIBEX inicia a programação com jogos e leituras ao ar livre. Na quinta (10), tem contação de histórias e oficina com Aline Pinheiro e Raquel D’Avila, às 10h; bate-papo com a escritora Maria Izabel sobre seu livro, “Contos de fadas na realidade afro-baiana”, às 11h; mais tarde, às 14h, a programação reinicia com mais brincadeiras, e às 15h tem espetáculo com a Cia de Teatro Cabriola, “A História Que a Manhã Contou ao Tempo”.

Na sexta-feira (11), a criançada tem um encontro marcado às 10h, com a Palhaça Pimentinha, que traz na bagagem muita diversão, conhecimento e boas histórias. A partir das 11h, o Terreiro de Jesus será tomado pela Feira de Histórias Fantásticas, um projeto de contação de histórias idealizado pela arte-educadora Daniela Andrade, que tem como referências as feiras livres e os camelôs, com um repertório autoral, adaptações e contos populares. Mais tarde, às 14h, o escritor Silvano Sulzar lança o livro “O diário de Davi: preconceito racial, homofobia e bullying na escola”, que aborda a temática de forma objetiva, tomando como base a Lei 13.185, que institui o Programa de Combate à Intimidação Sistemática (bullying), em todo o território nacional. Em seguida, às 15h, o humorista e comediante Matheus Buante diverte com um show de stand up para toda a família.

O sábado (12) traz João Lima com O Circo de Um Homem Só, às 10h , um espetáculo circense, composto de reprises autorais, executado pelo palhaço Tiziu que decide realizar sozinho um espetáculo de circo completo. Às 11h, a equipe da BIBEX promove uma oficina de leituras, envolvendo a todos no mundo das letras com bastante dinamismo e ludicidade. A tarde começa com um bate-papo com o psicopedagogo Silvano Sulzar, sobre o livro “O diário de Davi: preconceito racial, homofobia e bullying na escola”, às 14h. Em seguida, às 15h, é hora de teatro, com o espetáculo A Turma do Sítio da Diversidade. No enredo, Emília e Visconde ao visitarem o jardim do Sítio, percebem que uma violeta branca esnoba as suas colegas, violetas roxas, por se sentir superior, e o sábio Visconde lhes ensina sobre a importância de viver em harmonia entre todas as cores. A programação continua com a oficina de recicláveis, às 16h, com a equipe da Bibex. No encerramento do dia, às 16h, o Sarau de Poesias com Gonçalves e Mané, voltado para todas as idades. O grupo tem como filosofia ser eclético, apresentando sempre a “boa música”, com ênfase nos seguintes estilos: MPB, Forró, Pop-Rock, Samba, Seresta e Reggae.

O último dia da Flipelô continua bastante movimentado. O Projeto Ler é Poder participa do momento de contação de histórias, às 10h, com as brincantes e mediadoras culturais Acely Araújo e Camila Carfma. Leituras e jogos ao livre retomam a programação da tarde, às 14h, abrindo espaço para o bate-papo com a blogueira de livros Larissa Sousa Vieira, do blog Fuxico Literário. A programação se encerra com outra edição da oficina de recicláveis, às 16h, e da melhor forma, com mais brincadeiras, às 17h.


Fonte: Ascom/Secult