Segue até a próxima quinta-feira (17), no município de Cachoeira, no recôncavo baiano, a tradicional Festa de Nossa Senhora da Boa Morte, considerada Patrimônio Imaterial da Bahia. Durante o evento, iniciado no último domingo (13), o Centro Público de Economia Solidária do Recôncavo, vinculado a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), promove "A Vitrine da Rede de Artesanato Solidário do Recôncavo".

Na manhã desta terça-feira (15), a titular da Setre, Olívia Santana, visitou o espaço, que reúne peças das mais variadas técnicas, confeccionadas por 21 grupos de 19 municípios da região. “É uma conquista realizar a vitrine do artesanato durante os cinco dias de celebração religiosa, comercializando produtos que foram feitos não pela via do mercado formal, mas a partir de um modelo econômico que prioriza as relações coletivas e solidárias”, afirmou.

Na oportunidade, Olívia Santana ressaltou a importância cultural da festa. “A Irmandade da Boa Morte é uma forma vibrante de resistência de mulheres negras, uma manifestação que une elementos de matriz africana com cultos católicos. A Setre vai oferecer um curso de capacitação na área de bordados para as mulheres da Irmandade, como uma alternativa de geração de renda”, anunciou.

A Vitrine da Rede de Artesanato Solidário do Recôncavo está localizada na Rua Rui Barbosa, no Centro de Cachoeira.


Fonte: Ascom/ Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre)