A Oficina de Elaboração do Plano Plurianual 2018/2021 Municipal e a Agricultura Familiar foi aberta nesta quarta-feira (23), no auditório da Secretaria da Educação do Estado, em Salvador. O evento teve a participação de representantes de 25 Territórios de Identidade da Bahia, cerca de 60 secretários municipais e 92 representantes de equipes técnicas que trabalham com o PPA, membros de conselhos municipais de desenvolvimento rural sustentável, prefeitos e vereadores.

A oficina teve a finalidade de apresentar a estratégia de, durante a construção do PPA municipal, incluir um plano de ações para agricultura familiar e que os municípios possam planejar, nos próximos quatro anos, a realização dessas ações, assegurando que as próximas leis orçamentárias já as contenham, para o seguimento.

O evento foi realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Assessoria de Planejamento e Gestão (APG), em parceria com a Secretaria de Planejamento (Seplan), Coordenação Estadual dos Territórios (CET), União dos Municípios da Bahia (UPB) e a Federação dos Consórcios Públicos da Bahia (FecBahia).

Para o titular da SDR, Jerônimo Rodrigues, a oficina é um momento rico para a Bahia e para a agricultura familiar do estado, que é o maior em quantidade de propriedades de agricultores familiares, quilombolas e indígenas. “Essa oficina foi para tirar dúvidas, passar as ferramentas necessárias e destrinchar o PPA. Nossa equipe está à disposição dos municípios. Estamos fazendo aquilo que o eleitor baiano determinou ao governador Rui Costa, que é construir uma agenda positiva de desenvolvimento do estado da Bahia”.

De acordo com o gestor da APG/SDR, Matteus Martins, a realização da oficina busca inserir nos planos plurianuanuais o tema da agricultura familiar: “A estratégia de desenvolvimento dos municípios passa pelo planejamento e, este, pensado a longo prazo, necessariamente, tem que incluir a agricultura familiar. Em função disso, a SDR, junto com seus parceiros, elaborou esta oficina para que pudéssemos incluir essa categoria tão fundamental para o desenvolvimento da agricultura familiar do estado”.

Fonte: Ascom/SDR