Mais de 200 catadores de materiais recicláveis, de seis municípios do Território Portal do Sertão, ganharam um reforço para a realização do trabalho. Foram realizadas, nesta terça-feira (18), no município de Feira de Santana, a certificação e a entrega de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para o grupo de trabalhadores. 
Os profissionais participaram do projeto ‘Trabalho Decente: Saúde no Cotidiano Laboral dos Catadores de Materiais Recicláveis do Portal do Sertão’, que recebeu investimento de R$ 165 mil do Fundo de Promoção do Trabalho Decente (Funtrad), coordenado pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).
Moradora do município de Santo Estevão, Jocasta Venturini, umas das concluintes, já está colocando em prática os ensinamentos do projeto. “Lá em casa, estamos aproveitando o óleo de cozinha para fazer sabão. Ainda é para o consumo próprio, mas é uma alternativa viável de geração de renda”, aposta Jocasta.
O projeto incluiu debates e palestras que abordaram temas como Saúde da Mulher; Percepção e Avaliação de Risco; Ginástica Laboral e Comunicação e Mobilização Social para a Coleta Seletiva, num total de 80 horas. As atividades foram executadas pelo Movimento Água é Vida (MAV) nos municípios de Feira de Santana, Amélia Rodrigues, Irará, Santanópolis, Santo Estevão e Conceição do Jacuípe.
Presente no evento, a titular da Setre, Olívia Santana, destacou “a importância do Funtrad, que tem como objetivo promover o trabalho decente por meio de capacitação, custeando ações destinadas a gerar mais e melhores empregos”.
O Funtrad apoia o Programa Bahia do Trabalho Decente direcionando as multas decorrentes de Termo de Ajustamento de Condutas (TACs) aplicadas pelos fiscais do Trabalho (promotores) e das condenações decorrentes de ações judiciais por violação de Direitos Trabalhistas (juízes).   
 
Fonte: Ascom/Setre