A capital baiana registrou uma redução de 3,4% no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) nos primeiros cinco meses de 2017, comparado ao mesmo período de 2016. Os dados, divulgados no link estatística do portal da Secretaria de Segurança Pública (SSP), apontam a redução de 21 casos de morte violenta, representadas pelos crimes de homicídio doloso, lesão corporal seguida de morte e latrocínio. No estado, o índice de CVLIs no período sofreu uma diminuição de 69 casos, uma redução de 2,4%.

No interior da Bahia, a redução foi ainda maior, de 1922 casos em 2016, para 1840, em 2017, menos 4,3% de incidência, 82 registros a menos. “O Governo do Estado tem dado um grande reforço nos investimentos no interior do estado, com a entrega de viaturas, convocação de novos profissionais e inauguração de novas unidades, afirmou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

O titular da SSP ressaltou ainda que, apesar da tendência de queda, as polícias continuam alertas sobre a atuação das quadrilhas de tráfico de drogas, principais responsáveis pelas mortes violentas no estado, aproximadamente 70% dos casos.

Ainda no quesito ‘Crimes Contra a Vida’, as tentativas de homicídio, em Salvador, também apresentaram redução no primeiro quadrimestre, 60 casos a menos no total. Enquanto foram registrados 186 crimes desta categoria entre janeiro e abril de 2016, este ano, no mesmo período, contabilizados 126, redução de 32,3%. Na RMS, a diminuição na modalidade foi de 18,1% (83 contra 68 = – 15) e, no interior, foram 74 casos a menos (833 contra 759). Unindo as três regiões, a redução de tentativa de homicídios no estado foi de 13,5%, menos 149 casos.

Fonte: Ascom/SSP