Cerca de 50 crianças internadas no Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), em Salvador, assistirão a um espetáculo exclusivo do Le Cirque, tradicional circo francês, no próximo dia 3. Será uma tarde de fantasia no maior hospital do Norte e Nordeste. Programada para acontecer das 14h às 15h30, a visita do mágico, palhaço e malabarista envolverá a emergência, unidade de terapia intensiva (UTI) e enfermaria infantis.
 
Na avaliação do diretor-geral do HGRS, José Admirço Lima Filho, o encontro das crianças com a equipe do circo possibilitará uma vivência lúdica, fundamental para o bom desenvolvimento infantil. “Por ser referência em pediatria, o Hospital Roberto Santos absorve os casos de média e alta complexidade de todo o estado da Bahia. Isso quer dizer que as crianças, muitas do interior, ficam meses sendo tratadas na unidade". 
O diretor-geral reforça a importância de iniciativas como as do Le Cirque para os usuários da pediatria. "A gente faz tudo para ressignificar o processo de hospitalização delas. Além das atividades de lazer, elas, contam, por exemplo, com aulas para completar a alfabetização". 
 
Fundado nos anos 2000, por uma família apaixonada por arte, o Le Cirque está, desde abril, montado em Salvador, na Avenida Paralela (ao lado do Colégio Villa), com espetáculos de quarta a domingo. Às quartas, quintas e sextas, a programação tem início às 20h30. Aos sábados e domingos, nos horários de 15h, 18h e 20h30.
 
O Le Cirque é formado por artistas de diversos países, que percorrem o mundo para levar diversão a crianças e adultos. Nesta temporada, trazem como destaque o grupo africano Quenian Boys – inédito no Brasil, com show de acrobacias, danças e números com fogo – e o King Kong – um macaco com mais de 10 metros de altura –, entre outras atrações tradicionais, como globo da morte, carro transformer e contorcionistas.
Fonte: Ascom/HGRS