Em junho, a Ouvidoria Geral do Estado (OGE) registrou mais de 26 mil manifestações de cidadãos sobre serviços públicos e ações do Governo do Estado . Do total, 95,22% já foram respondidas, sendo 89,35% no mesmo dia. Pedidos de informação (86,4%) sobre serviços e ações foram os itens mais demandados. Em seguida, aparecem reclamações (8,37%), elogios (2,03%), denúncias (1,78%), solicitação (1,29%).
O 0800 284 0011 é o principal meio de contato utilizado pelos cidadãos para dialogar com a Ouvidoria Geral, com 88,94%. Ele é seguido por internet (6,08%), rede social (1,56%), caixa coletora (1,10%) e atendimento presencial (0,99%). Os servidores públicos (46,7%) e cidadãos comuns (44,5%) realizaram a maioria dos registros, seguidos da pessoa jurídica (6,4%) e anônimo (2,28%).
As Ouvidorias da Secretaria da Administração (Saeb), Secretaria da Educação, Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs) e Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) foram mais demandadas no mês. Salvador, Feira de Santana, Lauro de Freitas e Vitória da Conquista são as cidades que mais utilizaram o serviço de ouvidoria do Governo do Estado no período.
Para o ouvidor-geral do Estado, José Maria Dutra, a participação dos cidadãos é fundamental para melhorar a qualidade dos serviços públicos. “As estatísticas mostram a importância deste instrumento de gestão, possibilitando o conhecimento das áreas mais críticas e dos serviços que necessitam de melhoria e ampliação", destaca o ouvidor-geral. 
Fonte: Ascom/OGE