A Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb) assinou convênios com seis prefeituras municipais para o fornecimento de material hidráulico destinado à ampliação da oferta de água na zona rural da Bahia. Neste ano, já foi autorizada a liberação de 50.058 metros de tubos de diversos diâmetros, que vão beneficiar 3.810 pessoas. A empresa é responsável pelo desenvolvimento e orientação técnica dos projetos de ampliação dos sistemas de abastecimento de água. As ações são desenvolvidas pelas prefeituras que são responsáveis pela implantação das obras.

Neste ano, foram assinados convênios com os municípios de Banzaê (localidade de Queimada Grande); Contendas do Sincorá, (São Gonçalo); Correntina (Tatu); Jacaraci (Itumirim, Baixa do Meio, Boa Sorte, Bom Sucesso, Lagoa da Bomba, Lagoa das Pedras, Lagoa de Cima, Lagoa de Fora, Maninho, Salto dos Bois e Tabua); Novo Horizonte (Mostarda, Olhos D’Água e Paciência); e Santana (Carapiá e Curral de Novo).

As prefeituras recebem o material para execução das adutoras, sendo a Cerb responsável pela elaboração do projeto e alocação dos técnicos, que acompanham o andamento físico das obras, fiscalizando a aplicação do material hidráulico. De acordo com o presidente Marcus Vinicius Bulhões, o convênio visa aumentar as possibilidades de atendimento com oferta de água, buscando parcerias para execução de um maior número de obras, com objetivo de ampliar o atendimento às comunidades que vivem na zona rural.

Aquisição do material hidráulico

Os técnicos fazem uma visita para concepção do sistema, onde é elaborado um croqui e a quantidade de materiais a ser aplicada. Em qualquer situação deverá ser garantida a potabilidade da água. Para que o convênio possa ser celebrado, o município deve estar adimplente junto à Cerb, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) e ao Sistema de Informações de Convênios e Contratos (Sicon) da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia. A prefeitura municipal conveniada tem 30 dias para retirar o material e 90 para aplicação do material conveniado.

Fonte: Ascom/Cerb