Em agosto, será publicado o edital para contratação de empresa que vai fazer o aprimoramento da gestão da Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais (Planserv), o maior plano do Norte-Nordeste. A iniciativa não implica na terceirização nem na privatização do órgão, que continua vinculado à Secretaria da Administração do Estado (Saeb). O processo de modernização do plano, que possui 503 mil usuários e cerca de 1,5 mil prestadores de serviço, inclui a implantação de dois novos sistemas: um operacional e outro de acesso e serviços. 
A coordenadora-geral do Planserv, Cristina Cardoso, destaca a importância do cuidado com o tipo de informação consumida e compartilhada sobre o plano pela população, especialmente nas redes sociais. “É importante não compartilhar boatos. Todas as informações oficiais podem ser obtidas no site do Planserv. Não existe nenhum projeto de terceirização ou privatização do Planserv. Pelo contrário, nós estamos fortalecendo o plano, que continua sob a gestão do Estado, através da Secretaria da Administração. Estamos contratando serviços que vão dar mais apoio, qualidade e trazer inovações para os beneficiários”. 
Segundo a coordenadora, as novas diretrizes, sistemas e modelo de gestão foram definidos após diversos estudos. “Chegamos a esse modelo, focado em prevenção de agravos e promoção à saúde. O modelo está sendo contratado junto com uma série de avanços tecnológicos e apoio à nossa gestão, por meio de um processo licitatório. Um dos destaques é a transparência”. 
Com relação à transparência do processo, Cristina informa que já foi realizada uma audiência pública sobre o assunto. “Participaram representantes de empresas interessadas. Esclarecemos as dúvidas e registramos as manifestações. Agora já vamos para o processo de publicação do edital, com previsão para agosto”. 
Repórter: Raul Rodrigues