A proposta da empresa baiana Saneando Projetos de Engenharia e Consultoria Ltda para a construção dos centros de canoagem dos municípios baianos de Itacaré, Ubaitaba e de Ubatã venceu a licitação realizada pelo Governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego (Setre). A homologação foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (11).
 
O valor da obra estimado pela empresa para os três equipamentos é de R$ 3,073 milhões. Neste momento, a comissão de licitação da Sudesb finaliza formação do processo, preparando toda a documentação para assinatura, nos próximos dias, da ordem de serviço. Concluída essa etapa, a empresa está autorizada a iniciar a obra.
 
Em cada um dos centros de canoagem, o projeto prevê salas de fisioterapia, troféus e administração; cozinha, academia, vestiários, garagem para canoas, passarela e deck de madeira; além de píer flutuante. 
 
Iniciação esportiva 
Também por meio da Sudesb, o Governo do Estado vai desenvolver, nos municípios de Ubatã, Ubaitaba e Itacaré, em parceria com a Associação Cacaueira de Canoagem, a execução do projeto de iniciação esportiva ‘Remando no Rio de Contas’. Ao todo, serão disponibilizadas 150 vagas (50 em cada município), atendendo crianças, adolescentes e pessoas com deficiência, de 8 a 18 anos, com prioridade para alunos de escola pública e baixa renda. 
As aulas serão realizadas de segunda a sexta-feira, em dois turnos, num período de 12 meses. A perspectiva, a médio prazo, é possibilitar o surgimento de atletas na busca por medalhas nos Jogos Olímpicos de 2020 e 2024, seguindo o exemplo dos conterrâneos Isaquías Queiroz (Ubaitaba) e Erlon Santos (Ubatã), medalhistas olímpicos Rio 2016.
Fonte: Ascom/Sudesb