Desde 2015, jovens moradores do Nordeste de Amaralina, em Salvador, têm a oportunidade de se preparar gratuitamente para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e vestibulares. Oferecidas pela Base Comunitária de Segurança (BCS) do bairro, as aulas do projeto ‘Enem na Base’ são realizadas de segunda a sexta-feira, das 18h às 21h. 
O soldado Rafael Pastor, professor e idealizador do projeto, explica que a iniciativa está alinhada à proposta de policiamento comunitário, "que é justamente o que as bases comunitárias de segurança vêm fazendo na Bahia". O estudante Márcio dos Santos participa das aulas e acrescenta que ao desenvolver esse tipo de projeto, os policiais passam a ser "vistos de outra forma" na comunidade.
A ideia de Rafael foi abraçada pelo comandante da base, capitão Elder Figueredo, e já tem alcançado resultados. "Temos estudantes que passaram em universidades públicas e outros que ganharam bolsas em universidades particulares. Paulo Freire, o mestre da educação no Brasil, afirma que se não for por um viés da educação, pouca mudança vai haver. Então, sem dúvidas, a educação é, sim, um dos vetores mais transformadores da sociedade", destaca o soldado. 
Além de Rafael, que leciona na área de saúde, o soldado Aureliano assume a área de exatas. Eles contam com a sensibilidade e boa vontade de outros dois voluntários: o professor de geografia e atualidades Nilton César, e o de língua portuguesa e redação Jeivison dos Anjos.