Nesta sexta-feira (28), o secretário de Desenvolvimento Econômico Jaques Wagner visitou o assentamento Terra à Vista em Arataca, na Bahia. Na oportunidade, o titular da pasta conheceu o sistema de plantio agroecológico de cacau e chocolate desenvolvido pela agricultura familiar. "Wagner nos trouxe de volta a esperança quando criou o programa Cacau para Sempre. Nosso objetivo não é parar na amêndoa, queremos continuar verticalizando a produção do fruto. A vinda dele hoje foi muito importante. Ele será o embaixador do programa e nos ajudará com a articulação na iniciativa privada e no próprio governo, além de preparar um arranjo produtivo para ser levado ao fundo de combate a pobreza da ONU", diz Elder Almeida, secretário executivo da Teia dos Povos e um dos coordenadores do assentamento.

No Terra à Vista estão as primeiras áreas de produção agroecológica desenvolvida pelo sistema Cacau Cabruca que foram promovidas pelo Programa Vida Melhor – Ação Cacau Para Sempre. A pequena fábrica de chocolate é o primeiro embrião da verticalização da produção de cacau, produzindo chocolates 100% orgânicos, tendo azeite de oliva extra virgem e açúcar de coco como ingredientes únicos.

"A experiência vivida aqui hoje é fantástica. Uma produção de cacau sem agrotóxico e que incentiva a verticalização do produto com produção de chocolates orgânicos, nibs e cocada. É a agricultura familiar dando exemplo para as indústrias e mostrando sua importância na criação de empregos", afirma Wagner. Os programas de apoio desenvolvidos pelo Governo do Estado fizeram com que surgissem novas marcas de chocolate orgânico no estado. Hoje são cerca de 90.


Fonte: Ascom/ Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE)