Patrocinado pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA), o projeto ‘Batucada Brasilady’ lotou o Museu de Arte Moderna (MAM), localizado às margens da Baía de Todos-os-Santos, em Salvador, no fim da tarde de domingo (16). O projeto da cantora Amanda Santiago reuniu em uma única apresentação a cantora Daniela Mercury, além de Aila Menezes e Vanessa Borges (ex-The Voice). O evento ainda incluiu desfile da estilista Valéria Kaveski, com a top model Alexia Bairon, o projeto sociocultural Batucada da Paz e dançarinos de dança afro. 
Criado em 2005 e gerido pelas secretarias de Cultura (Secult) e da Fazenda (Sefaz), o FCBA incentiva e estimula as produções artístico-culturais baianas. “Tivemos duas vezes mais público no MAM do que tínhamos no Largo Tereza Batista, no Pelourinho”, avaliou o diretor artístico da atração, Miguel Vieira. Os ingressos custaram R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira). 
O MAM e largos do Pelourinho pertencem ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac), que é vinculado à Secult e administra os principais museus baianos. A produção do Batucada Brasilady calculou mais de mil pessoas, número da JAM no MAM que acontece aos sábados. 
Mudança aprovada 
O Largo Tereza Batista foi fechado para reformas a pedido do Corpo de Bombeiros, provocando mudança de local da Batucada Brasilady. A realização do projeto no MAM foi aprovada pelo público. “Esse espaço é maravilhoso por ser a céu aberto, dialogar com as artes e já abrigar a JAM no MAM”, afirmou o administrador Clécio Borges. 
Para o enfermeiro Victor Silva, “o show foi sensacional. A estrutura de som, iluminação e palco, local magnífico, atrações, músicos, repertório e convidados maravilhosos. Voltarei quantas vezes puder. Espero que esse projeto vingue, para batucar Salvador”. 
Fonte: Ascom/Ipac