A Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) destaca seus instrumentos de sopros em nova apresentação, na próxima sexta-feira (28), às 19h, no Palacete das Artes Rodin Bahia, localizado no bairro da Graça. O ”Concerto de Sopros” integra a Série Carybé e acontece na Sala Contemporânea, espaço inserido no contexto de modernização e ampliação do museu e que desde 2007 abriga exposições temporárias de importantes artistas no cenário das artes plásticas da Bahia, do Brasil e outros países. A apresentação da Osba tem entrada gratuita, mas está sujeita à lotação do espaço.

O repertório da apresentação é composto por quatro suítes de diferentes compositores: “Suíte Nordestina“ com arranjos sinfônicos de José Ursindo da Silva, mais conhecido como Maestro Duda; a “Suíte Latino Americana”, de Ernst Widmer (1927-1990); a “Suíte para Quinteto de Sopros”, de Lorenzo Fernandez (1897-1948); e ainda a “Suíte Peer Gynt”, de Edvard Grieg (1843-1907). Os músicos Antonio Carlos Portela (flauta), Solamy Oliveira (clarinete), Adelson Lemos (trompa), Ilza Cruz (fagote), Gustavo Seal (oboé) e Humberto Monteiro (percussão) realizam solos nesta apresentação.

Nova gestão

Após a consolidação do processo de publicização, a Associação de Amigos do Teatro Castro Alves (ATCA), Organização Social sem fins lucrativos, se torna responsável pela gestão da Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba). Neste novo modelo de gestão, a Orquestra passa a fazer parte do Programa Estadual de Organizações Sociais, mas permanece como patrimônio público, sendo ainda subsidiada pelo Governo do Estado da Bahia, através da sua Secretaria de Cultura (Secult).

Fonte: Ascom/Osba