Questionamentos sobre a melhor forma de combater a homofobia e como lidar com a violência são provocados pelo espetáculo teatral Condenados, que estreia nesta sexta-feira (14), no Espaço Xisto Bahia.

Em sua terceira temporada, Condenados traz como tema a discussão em torno da homofobia em diferentes pontos de vistas: do agressor, da sociedade e de quem sofre o ato. A montagem da SouDessa Cia de Teatro compõe o Projeto Sou Mais, contemplado no Edital Apoio a Grupos e Coletivos Culturais 2016, do Fundo de Cultura, secretarias da Fazenda (Sefaz) e de Cultura do Estado da Bahia (Secult).

Dirigido e escrito por Filipe Harpo, o espetáculo traz um conjunto de histórias vividas por 20 personagens interpretados pelo cantor e ator Taric Marins (Banda de Boca; Bessame Mucho, Mar Morto) e o ator Bruno Roma (Gota D´água, Transmetropolis, A Comida de Nzinga). O texto provoca o expectador abordando conflitos familiares, preconceito velado e violência gratuita.

O Espetáculo Condenados segue em cartaz no Espaço Xisto Bahia, nos Barris, nos dias 14, 15, 21 e 22 de julho, sempre às 20h. Depois segue para o Centro Cultural Plataforma nos dias 28, 29 de julho; 04 e 05 de agosto, sempre às 19h. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

O Projeto Sou Mais foi contemplado no Edital Apoio a Grupos e Coletivos Culturais 2016, da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. O Sou Mais nasce como manutenção das atividades da SouDessa visando pesquisar, difundir repertório e montagem de espetáculos com temática LGBT. A ação contará com temporada de espetáculos de repertório da Cia, além de novas montagens. O projeto também trará atividades de capacitação e iniciação artísticas (Cênica, Iluminação, Cenografia).


Fonte: Ascom/ Secretaria de Cultura do Estado (Secult)