Alternativas para o desenvolvimento do Turismo Étnico-afro foram discutidas em Camaçari, nesta quarta-feira (17), durante a oficina de produção associada realizada pela Secretaria do Turismo do Estado (Setur), no auditório da Cidade do Saber. Com a meta de identificar produtos da região para inserção na cadeia do turismo, o encontro reuniu empresários e trabalhadores de hotéis e pousadas, artesãos e povo de santo dos terreiros do município, que apontaram o artesanato como um dos maiores potenciais.

A Setur fomenta a produção associada ao turismo, com o fornecimento de produtos locais a hotéis, pousadas, bares, restaurantes e lojas de lembrancinhas, como alternativa para o desenvolvimento sustentável do turismo na Bahia e a geração de emprego e renda para a população. A oficina entusiasmou a artesã Marinalva Silva. “Já participei de feiras e vendi peças feitas com piaçava e palha da costa para loja de artesanato. Estava afastada desta atividade, mas agora já penso em voltar a produzir”, disse, animada com o apoio da Setur.

Fonte: Ascom/ Secretaria de Turismo do Estado (Setur)