Gestores da Diretoria de Operação e Tráfego da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra) participam, nesta quarta-feira (10), de uma oficina de mapeamento de processos e relacionamento conduzida por integrantes da Rede de Consultores Internos do Estado da Bahia (RCI-BA). A atividade faz parte do processo recém-iniciado de disseminação no órgão da tecnologia de gestão Business Process Management (BPM), que está sendo realizada pela Coordenação de Disseminação de Soluções em Gestão da Secretaria de Administração do Estado da Bahia (Saeb), por meio da Rede de Consultores Interno do Estado.

Adotada por grandes empresas e organizações no mundo todo, a Business Process Management (Gerenciamento de Processos de Negócio) é uma metodologia voltada para otimizar resultados, por meio da introdução de melhorias nos processos de negócio. No caso da Seinfra, o objetivo é identificar, analisar e padronizar processos críticos a cargo da Diretoria de Operação e Tráfego, como o processamento de multas, a concessão de autorizações especiais de trânsito e a gestão nas rodovias estaduais das faixas de domínio, como são chamadas as áreas laterais das pistas.

Oficina Saeb
Foto: Ascom/Saeb

“Nosso objetivo é otimizar os processos para dar respostas mais rápidas e dinâmicas ao cidadão, por exemplo, no momento que uma empresa dá entrada em uma solicitação para transportar cargas perigosas, ou quando um proprietário de veículo entra com recurso contra uma multa, e temos que cumprir com rigor os prazos legais do processo”, explica o assessor de Planejamento e Gestão da Seinfra, Adriano Souza.

Ele cita situações cotidianas vivenciadas pela equipe da Diretoria de Operação e Tráfego. Conduzida pelos consultores Clarissa Meira, do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídrico (Inema) e Paulo Sérgio Santos, da Secretaria da Segurança Pública (SSP), o processo deve durar de sete a oito meses, com reuniões semanais os consultores e a equipe da Seinfra.

Polícia Militar

De acordo o técnico da Coordenação de Disseminação de Soluções em Gestão, Jorge Moura, a demanda dos órgãos estaduais por atividades de gerenciamento de processos é cada vez maior. “Há um reconhecimento crescente no Estado dos resultados obtidos com o trabalho da Rede de Consultores”. No dia 4 deste mês, por exemplo, foi realizada a entrega final dos produtos resultantes do processo de disseminação da tecnologia no Comando de Policiamento Especializado da Polícia Militar do Estado da Bahia.

Promovida no período de abril a dezembro de 2016, a atividade de disseminação permitiu o redesenho dos processos do Comando da PM, sistematizando o controle, unificando procedimentos e padronizando atividades, de modo a garantir uma gestão mais eficiente dos seis mil policiais no estado que realizam operações especiais. "Com a iniciativa, vamos promover uma melhoraria dos processos internos das Unidades Especializadas em todo o estado e prestação de um serviço com maior qualidade a população", afirma o comandante do Policiamento Especializado, coronel da PM Lázaro Monteiro.

Fonte: Ascom/Secretaria da Administração do Estado (Saeb)