Nos últimos três meses, o Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran) intensificou as ações de fiscalização da operação Paz no Trânsito, na Região Metropolitana de Salvador (RMS) e em municípios do interior do estado, como parte das estratégias de segurança viária. Blitzes da Lei Seca realizadas em parceria com a Polícia Militar abordaram 32.717 pessoas e 18.317 veículos. Quase 900 condutores se recusaram a fazer o teste do bafômetro e 250 apresentaram índices de embriaguez.

No período, mais de 3 mil veículos irregulares foram removidos para os pátios do Detran. “O maior número de infrações continua sendo a falta de documentação e de equipamentos obrigatórios. Apesar de notarmos uma maior consciência do motorista em não dirigir bebendo, ainda é preocupante termos o registro de mais de mil casos, entre recusa e teste positivo de alcoolemia. Por isso, não podemos deixar de atuar com rigor”, relatou o coordenador de Fiscalização do Detran, Márcio Santos.

O coordenador de Operações e Serviços Extraordinários da PM, tenente-coronel Antônio César Santos, disse que a participação de policiais militares na operação de trânsito é uma ação preventiva de segurança pública. “Nunca podemos descartar que na barreira de uma blitz não possamos flagrar criminosos. Temos 16 roubos de carros por dia, somente em Salvador. Os índices de violência pedem essa ação preventiva da Polícia Militar, para garantir tranquilidade ao grupo do Detran e aos cidadãos”.

Fonte: Ascom/ Detran