O projeto do Hospital Metropolitano, que será construído pelo Governo do Estado em Lauro de Freitas, foi apresentado nessa quinta-feira (09), em uma audiência pública no Cine Teatro do município. O evento contou com as presenças do secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, e de representantes dos municípios da Região Metropolitana de Salvador (RMS), que discutiram a construção da unidade de Saúde que contará com investimento estadual de cerca de R$ 150 milhões.

O novo hospital atenderá por demanda espontânea e contará com 265 leitos, sendo 30 de UTI e oito salas de centro cirúrgico. De acordo com Fábio Vilas-Boas, a construção da unidade hospitalar atenderá toda a região. “Esse será um hospital de grande porte e estará localizado no coração da região, próximo de grandes vias, como a Parafuso e a Avenida Paralela, facilitando o acesso da população por todas as partes. Ele vai se tornar o principal equipamento da rede de urgência e emergência da área".

Ainda de acordo com o secretário, a licitação está sendo finalizada e a expectativa é que o hospital comece a funcionar no próximo ano. “O projeto já está pronto, deverá ser finalizado ainda neste mês de março. O processo de aquisição de equipamentos médicos vai ser iniciado de forma paralela, para que assim que o hospital esteja pronto, ele seja imediatamente ocupado e colocado em funcionamento”.

Para equipar e construir a nova unidade hospitalar, o governo do estado financiará o investimento pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), através do Programa de Fortalecimento do SUS (Prosus). Para a estudante Isa Mascarenhas, moradora do bairro de Itinga, em Lauro de Freitas, o beneficio será aguardado com entusiasmo. “É uma notícia maravilhosa. Eu acredito que vai melhorar muito o fluxo de atendimento e diminuir a lotação nos hospitais, não vamos mais precisar andar grandes distância com esse hospital aqui”, afirma.

Serviços

O hospital contará com 8 ambulatórios e 30 leitos voltados para prestação de atendimento a pessoas que sofreram acidente vascular cerebral (AVC). A internação terá 180 leitos de enfermarias nas especialidades de clínica geral, ortopédica e cirúrgica.Outros serviços oferecidos serão clínica cardiológica, clínica neurológica, cirurgia geral, cirurgia urológica, vascular, gástrica e neurológica.