Os estudantes da rede estadual de ensino estarão mobilizados, desta segunda a quinta-feira (27 a 30), para o processo de eleição geral de líderes de classe. O pleito irá acontecer de 10 a 13 de abril, em todas as escolas da capital e do interior. A expectativa é que, neste ano letivo, 35 mil líderes e vice-líderes de classe sejam eleitos. A iniciativa é da Secretaria da Educação do Estado, baseada no programa Educar para Transformar, buscando promover o empoderamento juvenil e envolver os alunos nas ações realizadas nos colégios da rede, de modo que possam contribuir para a gestão democrática e participativa das escolas.

eleição escolas
Foto: Claudionor Júnior

A mobilização nas unidades escolares envolve reuniões e seminários internos para a troca de experiências e discussão do trabalho das lideranças nas dimensões administrativas, pedagógica e relacional. Para isso, os estudantes contam com o apoio dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE) para a construção do Plano de Ação e das metas destinadas à escola, que tem o período para elaboração do próximo dia 31 até 4 de abril. A coordenadora de Ensino Médio da secretaria, Tereza Farias, destaca que a participação dos estudantes nesse processo potencializa a dimensão política e cidadã da formação dos estudantes, levando em consideração que a eleição é uma grande iniciativa para as escolas pensarem sobre autonomia e empoderamento juvenil.

“As eleições aumentam a participação dos estudantes na vida escolar e o trabalho realizado em parceria com a gestão impulsiona melhorias na comunidade escolar no que se refere, por exemplo, a ambiência entre os diversos sujeitos que compõem a escola, bem como hábitos de estudos e a estrutura física”, diz Farias.

Competências

Os estudantes eleitos nas funções líder e vice-líder de classe serão os interlocutores da turma junto à comunidade escolar, articulando e propondo melhorias para a unidade de ensino. Entre as competências dos líderes, estão a de representar o interesse coletivo, identificando as necessidades da classe; elaborar um Plano de Ação relativo à melhoria do processo de ensino e aprendizagem e estimular o bom relacionamento da classe, por meio de diálogo.

Cronograma

27 a 30 de março – Mobilização dos estudantes nas escolas através de reuniões e seminários
31 de março a 4 de abril – Construção do Plano de Ação
5 a 7 de abril – Campanha dos estudantes/candidatos
10 a 13 de abril – Período da eleição, sendo que cada unidade escolar definirá o dia para realizar o pleito
17 a 20 de abril – Lançamento dos dados dos líderes e vice-líderes de classe eleitos no sistema do Portal da Educação

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado