A Ouvidoria do Planserv recebeu 4.318 registros no ano passado, entre reclamações, denúncias, solicitações de informação, sugestões e elogios. Mais de 90% do total de manifestações chegou à Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais através do Sistema de Ouvidoria e Gestão Pública (TAG), que pode ser acessado tanto pelo site do Planserv quanto pelo da Ouvidoria Geral do Estado (OGE). Por ser uma ferramenta desconhecida para a maioria dos beneficiários do plano, muitos ainda precisam se familiarizar com a ferramenta para fazerem um melhor uso dela.

De acordo com a Ouvidora do Planserv, Lígia Sena, na Ouvidoria Geral do Estado (OGE) e nos outros órgãos estaduais, a principal porta de entrada de registros já era o TAG há alguns anos. Desde abril de 2016, esta realidade passou a valer para o Planserv e, “aos poucos, os beneficiários da Assistência estão aprendendo a utilizar o sistema para efetivar suas manifestações”, diz.

Para fazer um registro no TAG, basta preencher as informações solicitadas nas telas do sistema, que pode ser acessado através do módulo ‘Fale Conosco’ no site do Planserv ou por meio do endereço da Ouvidoria, no módulo ‘Registro’. É muito importante que o beneficiário guarde o número do registro e a senha para consultar no sistema o andamento e a resposta final para a sua demanda.

A Ouvidoria do Planserv é um instrumento de comunicação e mediação entre os beneficiários e o plano. “Por ser uma escuta qualificada das demandas, o setor proporciona aos gestores da Assistência informações gerenciais para intervenções sistêmicas com o objetivo de aprimorar a qualidade dos serviços oferecidos e definir diretrizes do planejamento estratégico”, explica Lígia Sena.

“As mudanças que propomos para adequar a funcionalidade do sistema TAG às peculiaridades da prestação de serviços de saúde, que é a natureza da atividade do Planserv, foram implementadas. Além disso, temos estimulado o beneficiário a utilizar os serviços disponíveis no site Planserv, como acessar o extrato de utilização, imprimir o cartão de identificação e imprimir boletos para pagamentos facultativos. Para aqueles que encontram dificuldade em acessar os serviços online, fornecemos todas as orientações necessárias. Nosso objetivo é atender, da melhor forma possível, a todos os registros que chegam até a nós”, completou a ouvidora.

O Sistema TAG, utilizado pelas Ouvidorias de todos os órgãos da Administração Pública Estadual, tem como objetivos permitir que os gestores do Estado da Bahia extraiam informações sobre qualquer instituição da estrutura do Governo, além de dar ênfase à Lei de Acesso à Informação (Lei 12.527/2011) – LAI, que criou mecanismos que possibilitam a qualquer pessoa, física ou jurídica, sem necessidade de apresentar motivo, solicitar informações públicas dos órgãos e entidades, com um prazo especial.

Fonte: Ascom/Planserv