O segundo dia de Carnaval em Salvador foi de muita produtividade paras as forças de segurança estaduais. Quatorze criminosos foram presos nos circuitos Dodô (Barra/Ondina) e Osmar (Centro) após praticarem tráfico de drogas, roubo, furto, entre outros crimes. Assim como na quinta, não foram registrados crimes graves. A polícia apreendeu também quatro adolescentes e duas armas brancas (um soco inglês com lâmina e uma faca), além de talheres entre outros objetos cortantes. Os dados foram divulgados durante reunião de balanço realizada na manhã deste sábado no Quartel dos Aflitos.

Na lista dos presos estão Camila Jéssica Santana Santos, 21 anos, Bruno Dias Seni, 21, Mônica Oliveira Santos, 40 e André Luiz Sena Barros (tráfico). Por prática de roubo foram autuados em flagrante Vinícius Santos da Silva 20, Rafael Silveira de Jesus, 31, Alberto Valdir Ramos Brito, 18, Marcos Júnior Almeida Santos, 19, Lucival Souza Azevedo, 34, e Luís Henrique Lameira de Galiza, 20.

Após serem flagrados realizando furtos foram capturados Paulo César Bittencourt, 27, e Domingo Pedro Pacheco Filho, 42. Completando a lista, as prisões de Laís Trindade da Silva, 25, pelo crime de lesão corporal e Vilson Santos Souza 34, após agredir com uma lata de cerveja e ameaças a companheira. Ele será indiciado através da Lei Maria da Penha. Já são 21 criminosos capturados em dois dias de festa.

"Estamos com as informações do Disque Denúncia da SSP chegando em tempo real para os investigadores nas ruas. Diante desses dados posicionamos as equipes veladas e no momento certo efetuamos a prisão. O efeito surpresa evita qualquer possibilidade de confronto, preservando a integridade dos foliões de bem", explicou o diretor do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), delegado Marcelo Sansão.

Ainda na lista de ocorrências foram computados 27 roubos, 102 furtos e 16 casos de lesões corporais leves, além da apreensão de 145 trouxinhas de maconha, 39 pinos com cocaína, um comprimido de ecstasy, uma pedra de crack e 11 frascos de lança perfume.

No início da noite de sábado, a foliã Hermenegilda Maria Machado da Silva Ferreira, 63, passou mal durante desfile no bloco Olodum. Ela chegou a ser socorrida para o Posto de Saúde localizado próximo ao Teatro Castro Alves, mas chegou sem vida. O corpo já está no Departamento de Polícia Técnica (DPT), para realização de necropsia, que determinará a causa da morte.

Fonte: Ascom/SSP