Quando o assunto é a prevenção contra a Aids e demais Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), tais como sífilis e hepatites B e C, o Carnaval da Bahia é exemplar. Mais de 2 milhões de preservativos foram distribuídos nos circuitos da folia de Salvador e Porto Seguro, na região sul, pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) até às 18h desta terça-feira (28), revertendo, ainda que momentaneamente, um cenário nacional onde apenas 50% das pessoas usa camisinha nas relações ocasionais.

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, o planejamento buscou facilitar o acesso dos foliões aos preservativos. “Realizamos ações nas ruas da capital e do interior, bem como montamos stands nos circuitos, possibilitando intensificar a ação educativa e a realização de testes rápidos para identificar DSTs”.

camisinha

Até o momento (18h), foram realizados 4.573 testes rápidos nos stands montados em Salvador e em Porto Seguro. Destes, 94 foram reagentes, sendo 12 positivos para HIV/Aids, 74 para sífilis, quatro para hepatite B e quatro para hepatite C. “Fazemos os testes e damos o aconselhamento. Em caso positivo, a pessoa atendida já sai com a consulta agendada. Sendo negativo, reforçamos a importância da prevenção”, disse a coordenadora do Programa Estadual de DST/Aids da Sesab, Maria Aparecida Rodrigues. Ela ressaltou ainda que os testes rápidos para sífilis e hepatites B e C são de triagem, ou seja, são necessários exames confirmatórios.

Na capital, os postos de testagem foram montados em Ondina, na Avenida Adhemar de Barros, e outro na Barra, na Avenida Centenário. Já em Porto Seguro, na Passarela do Descobrimento.

camisinha

Redução de 13,38% nos atendimentos

Até às 18h desta terça (28) foram realizados 123 atendimentos relacionados ao Carnaval nas unidades pronto-atendimento da Sesab, número 13,38% menor do que o contabilizado no mesmo período de 2016.A unidade com maior número de ocorrências é o Hospital Geral do Estado (HGE), com 71 notificações, sendo 39 vítimas de agressão física, 13 por queda, seis por intoxicação exógena, três por exposição ao fogo, três de agressão por arma branca, três atropelos, dois de agressão por arma de fogo e dois por ferimento acidental.

Já nos hospitais gerais Ernesto Simões Filho (HGESF), Roberto Santos (HGRS), Menandro de Faria (HGMF) e Eládio Lasserre (HEL) foram registrados 50 atendimentos relacionados à folia momesca. Nas unidades de Emergência do Curuzu e de Pirajá foram registrados apenas dois atendimentos por agressão física, sendo um em cada uma delas.

Vigilância Sanitária e Ambiental

camisinha

As equipes da Vigilância Sanitária e Ambiental do Estado da Bahia distribuíram mais de 42 mil preservativos durante realização de ação educativa em estabelecimentos de hotelaria, voltada para prevenção do HIV, AIDS e doenças sexualmente transmissíveis, em cumprimento à Lei 9.201, de 29/07/2004 e o Decreto 9.329 de 02/02/2005. No período carnavalesco foram fiscalizados 335 estabelecimentos, sendo 192 notificados. Na ocasião, a equipe da vigilância também orientou quanto ao combate e controle do mosquito Aedes aegypti.

Doação de Sangue

Com o slogan ‘Não fique parado, doe sangue’ a Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Estado da Bahia (Hemoba) incentiva as pessoas a doarem sangue. Nesta época do ano, aumenta consideravelmente a necessidade de bolsas de sangue e hemoderivados para atender à demanda dos hospitais públicos. Até às 12h30 desta terça-feira foram cadastrados 384 candidatos à doação e foram coletadas 292 bolsas de sangue. O posto de coleta da Hemoba, na Avenida Vasco da Gama, em Salvador, funcionará nesta quarta-feira de cinzas a partir das 13.

Corregedoria da Saúde

Desde o início do Carnaval, a Corregedoria da Sesab está inspecionando as unidades estaduais visando o cumprimento das escalas de plantão dos servidores. As equipes atuam em regime de plantão de 24 horas. Foram realizadas até o momento (18h) 67 inspeções, com 225 servidores notificados.

Fonte: Secretaria da Saúde do Estado (Sesab)