Ao comentar a morte de um folião no Circuito Barra, na noite de sábado (25), alvejado com um tiro por um policial militar fora de serviço, o governador Rui Costa lamentou a ocorrência e disse que este foi um ato isolado. Segundo Rui, o policial teria sofrido tentativa de assalto e reagiu. O ingresso no circuito com a arma de fogo, na avaliação de Rui, deve ter ocorrido pelo fato de ser um policial militar. No entanto, como estava fora do horário de serviço, o crime foi registrado como um homicídio comum e o policial já se encontra preso.

Na avaliação do governador, o Carnaval transcorre de forma tranquila e em paz. “É um Carnaval de paz e da alegria, da democracia. A festa sem cordas ficou do tamanho certo”, disse Rui, referindo-se ao patrocínio do Estado a trios sem cordas. “O Carnaval está retornando às suas origens com o povo brincando”, disse Rui, lembrando ter visto mulheres idosas e crianças no circuito da festa, situação pouco observada nos anos anteriores. “O ideal é misturar os dois espaços com blocos com cordas e sem cordas. A combinação dos dois é importante”, avaliou o governador.