Desde a quarta-feira (22), quando iniciou as atividades, até as 19h da sexta-feira (24), o Plantão Integrado registrou 172 casos envolvendo adolescentes infratores, trabalho e exploração infantil e casos espontâneos de entrada nos centros de convivência nas proximidades dos circuitos do Carnaval, nos bairros de Nazaré, Barris, Calabar e Ondina.

De acordo com a Coordenadora do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca), Luciana Reis, o fortalecimento do trabalho desenvolvido pelo Plantão Integrado, facilitou a redução do número de flagrantes de crianças e adolescentes trabalhando nos circuitos: “Muitos familiares procuram os centros de convivência para deixar suas crianças enquanto trabalham nos circuitos, de forma espontânea, diferente do que víamos antes, quando as equipes de rua recebiam e averiguavam as denúncias de trabalho e exploração infantil, e encaminhavam para os postos de convivência dos circuitos”, explicou.

O Plantão Integrado reúne órgãos de proteção à infância, com uma central de acolhimento de casos e de monitoramento de violações de direitos da criança e do adolescente. São 23 profissionais que atuam no Plantão Integrado, junto com serviços do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca), Ministério Público do Estado, Ministério Público do Trabalho, Defensoria Pública, Juizado da Infância e Adolescente, Comissão de Direitos Humanos da OAB, Fundac, Conselho Tutelar, entre outros.

“Nosso trabalho é acolher o adolescente que é encaminhado para as delegacias do circuito, e fazemos o acompanhamento deles, para garantir que os direitos destas crianças e adolescentes não sejam violados, e também fazemos um levantamento socioeconômico para entender o motivo de ele estar cometendo aqueles delitos, por exemplo” explica Maria Fernanda, Coordenadora de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, da SJDHDS.

As denúncias podem ser feitas através do telefone 3116-0567, ou pelo e-mail fiquedeolho@sjdhds.ba.gov.br, ou presencialmente, em um dos quatro postos da Delegacia do Adolescente Infrator  (Dai) na Barra, Ondina, Aflitos e Piedade, ou na sede do Procon, na Carlos Gomes.

Repórter: Henrique Coelho