Um grupo de beneficiários do Programa de Habitação de Interesse Social (Phis), no Centro Histórico de Salvador, participou de encontro com a equipe do Social da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) sobre convivência e gerenciamento de conflitos, no Pelourinho. A iniciativa faz parte de uma série de atividades direcionada aos antigos moradores que estão sendo contemplados com imóveis cedidos pelo Governo do Estado.

“Essas famílias são provenientes do aluguel social e bolsa aluguel, atendidas pelo Governo do Estado. Nosso objetivo é orientá-las, neste momento de transição, em que elas passam a administrar não só os custos dos serviços essenciais e manutenção dos imóveis, mas iniciam uma nova etapa de convivência com outros moradores”, explica a coordenadora de programas habitacionais da Diretoria do Centro Antigo de Salvador (Dircas), que atendem às famílias do Centro Antigo de Salvador, Marise Melo.

Durante o encontro, na quinta-feira (10), assistente social Anildes Cruz apresentou uma série de pequenos vídeos ilustrativos sobre a convivência coletiva. “Iniciativas como essa despertam para a reflexão sobre a cidadania, colaborando para o estreitamento dos laços entre as famílias que iniciam uma nova etapa nas suas vidas”.

A iniciativa serviu também para os beneficiários iniciarem a elaboração de normas que deverão nortear o convívio entre os moradores de cada unidade habitacional, com relação a coleta de lixo, utilização do espaço comum, lei do silêncio, entre outros pontos.
“Ninguém caminha sozinho. Estamos juntos para a construção de uma convivência em que as diferenças sejam respeitadas”, afirmou a moradora Sandra Regina. Seu vizinho, Carlos Melo, enfatizou que, neste processo, a cordialidade passa a ser um dos principais fatores para uma relação amistosa entre as famílias.

Fonte: Ascom Diretoria do Centro Antigo de Salvador (Dircas/Conder)