No palco dos teatros Xisto e Cine Teatro (Lauro de Freitas), os alunos do Projeto Vidas em Cena, da Base Comunitária de Segurança (BCS) de Itinga, fazem uma releitura do espetáculo Arena Conta Zumbi, de Augusto Boal (1931-2009), que representa um episódio complexo da história brasileira: a luta dos quilombolas de Palmares e sua resistência ao jugo português.

A montagem, feita pelo grupo de teatro junto e misturado, estará em cartaz nesta quinta-feira (27) e no dia 20 de novembro, no Espaço Xisto; e nos dias 29 e 30 de outubro, no Cine Teatro, em Lauro de Freitas. As apresentações acontecem às 19h nos dois locais e são abertas ao público. O Projeto é coordenado pelo Soldado Luide Prins, professor e ator.

Espetáculo

Originalmente, a peça inaugurava o modelo dramatúrgico criado por Boal, conhecido como Sistema Coringa, que permite a montagem de qualquer peça com elencos reduzidos: o palco e espaço cênico são pequenos e o elenco é composto por poucos atores. A criação cênica toma o aspecto de uma narrativa dramatizada, com atores representando todos os personagens, revezando-se no desempenho das pequenas cenas focadas sobre os pontos fortes da trama, deixando a um ator coringa a função de fazer as interligações entre os fatos, pessoas e processos. O emprego da música ajuda as passagens de cena, acrescentando tons líricos ou exortativos de grande efeito.