Emoção e alegria marcaram a abertura dos Jogos da Juventude Nordeste, na manhã dessa segunda-feira (24), no Anfiteatro do Parque da Cidade, em Salvador. Ao longo da semana participarão das competições 170 alunos de sete escolas da região do Nordeste de Amaralina, área que concentra três bases comunitárias de segurança (BCS). O evento é desenvolvido pela 40ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), e tem como objetivo estimular a prática de esportes entre os jovens da comunidade como forma de inclusão social, e, com isso, evitar a evasão escolar.

O Major Amilton Teixeira, comandante da 40ª CIPM, grupamento responsável pela cobertura de toda a região, enfatiza sobre a importância desta programação. “Desenvolvemos este evento em parceria com as BCS, com o desejo de aproximar a Policia Militar da população, e também reunir pessoas de diferentes localidades que fazem parte da comunidade do Nordeste de Amaralina. Esta é uma ideia que queremos dar continuidade no futuro, é a primeira vez que elaboramos esse projeto, queremos fazer o chamamento dos jovens para a prática esportiva, tirando-os da ociosidade”, afirmou.

A solenidade foi marcada por apresentações do grupo de teatro da polícia militar e do projeto Dança é Show, composto por 20 dançarinos, todos moradores do bairro. Uma pira olímpica foi acessa para celebrar o espirito esportivo dos jogos. Para Claudimilson dos Santos, pai de Cauã, 7 anos, que carregou a chama durante a cerimônia, a iniciativa faz bem à família. “A violência nas ruas é o nosso maior medo, tudo o que nós desejamos é que nossos meninos e meninas participem de coisas boas, que não fiquem na rua, isso aqui estimula a saúde e a paz”.

Participando da abertura dos jogos, o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Álvaro Gomes, destacou a importância do esporte. “Estamos vendo com muita satisfação e alegria o começo das atividades. O Governo do Estado acredita e estimula programas como esse, porque são fundamentais para a saúde e o desenvolvimento físico e mental das crianças e adolescentes. É um fator de inclusão que contribui para evitar que eles sejam atingidos pelo mundo das drogas”, afirma.

As atividades tiveram inicio nessa segunda-feira e continuarão até a próxima quinta-feira (27). A programação conta com disputas de futebol de salão, vôlei, natação, karatê, boxe e atletismo. Participam jovens com idades entre 14 e 17 anos, alunos das escolas Estadual General Dionísio Cerqueira, Municipal Teodoro Sampaio, Estadual Professor Carlos Santana I e II, Polivalente de Amaralina e Cupertino de Lacerda, Escola Estadual Manoel Devoto.


Repórter: Tácio Santos