Mais de 60 mil pessoas foram beneficiadas com a primeira etapa da ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). A entrega foi realizada pelo governador Rui Costa, nesta sexta-feira (21), no bairro phoc 3. Foram investidos R$ 90 milhões, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 1) e também da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa).

De acordo com o governador, o investimento total será de R$ 300 milhões em água e esgoto, no município. “Nossa meta é chegar até o final de 2018 com 90% das casas da sede de Camaçari ligadas à rede de esgoto, estando Arembepe incluída nesse percentual, onde também estamos realizando obras de esgotamento”, explicou.

Foram implantados 240 quilômetros de redes, três estações elevatórias, uma estação de condicionamento prévio e um emissário terrestre para levar o efluente coletado à estação de tratamento da Cetrel. Equipamentos de alta tecnologia, como a esteira de retenção de sólidos, foram adquiridos para ampliar a eficiência do sistema. Ainda segundo Rui Costa, a obra é um dos maiores investimentos que o município já teve em poucos anos. “Estamos caminhando para chegar a um número de destaque. Camaçari ficará entre as principais cidades do país com maior percentual de cobertura de esgotamento sanitário”.

Camaçari
(Foto: Carol Garcia/GOVBA)

Nem todo mundo que passa pelo bairro Phoc 2, percebe que ele é um dos 19 bairros da cidade contemplados com a construção da primeira etapa da ampliação, pois, a maior parte da obra é subterrânea. Mas quem vive no local, como a dona de casa Maria Isabel Lima, de 61 anos, sabe o quanto o investimento tem sido importante para a qualidade de vida na região. “É importante, principalmente pelas doenças que estão aí, como a dengue, a chikungunya. Antes, o esgoto era a céu aberto. Com o esgoto tratado, melhorou nossa saúde e a dos animais também”.

Próxima etapa

Acompanhando o governador na entrega desta sexta-feira, o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), Cássio Peixoto, destacou a importância de Camaçari nos setores industrial e turístico. “Estamos oferecendo mais saúde e conforto aos moradores e aos visitantes do município. A segunda etapa da obra será iniciada ainda este ano, com previsão de entrega para 2017, ampliando ainda mais o índice de cobertura do esgotamento sanitário na cidade”, revelou o titular da SIHS.

Morador do bairro Gleba E, o encanador Jonas Mendes, 49, está ansioso para que a obra, em andamento, contemple o bairro onde ele vive com a esposa há 13 anos. “É um fato inédito. O impacto, o benefício é grande demais para a nossa saúde e para o meio ambiente. É um mérito para Camaçari receber um tratamento desse porte”.

Camaçari
(Foto: Carol Garcia/GOVBA)

Agricultura familiar

Ainda na oportunidade, o governador Rui Costa e o secretário de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, entregaram as chaves de seis tratores com implementos que serão utilizados para o fortalecimento da agricultura familiar em Camaçari, na RMS, e Aporá, Inhambupe, Jandaíra, Olindina e Rio Real, no nordeste do estado.

De acordo com Raimundo Alves, presidente da Associação de Desenvolvimento Comunitário de Barrajado, povoado que pertence a Iporá, além das famílias associadas, outros pequenos agricultores da região terão a possibilidade de utilizar o equipamento. “Vamos usar o trator para o cultivo do feijão, mandioca, milho e amendoim. São 50 famílias associadas, mas pode se estender a 100. Umas 400 pessoas vão ser favorecidas com este trator.

Camaçari
(Foto: Carol Garcia/GOVBA)

Repórter: Jhonatã Gabriel

Publicada às 11h30
Atualizada às 12h40