Estabelecer o diálogo como caminho para resolver demandas faz parte dos princípios adotados pelo governo baiano. À luz desta determinação do governador Rui Costa, será implantada, neste segundo semestre, a Câmara de Conciliação de Saúde. Uma iniciativa para atender o cidadão, estabelecendo um diálogo presencial e evitando a judicialização de pleitos. O governador aproveitou sua agenda em Brasília nesta terça-feira (11) para convidar a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, para o lançamento da iniciativa. 
"Fazer um governo para as pessoas é fazer um governo com as pessoas. Queremos estabelecer este contato próximo para resolvermos demandas administrativas e judiciais da saúde, garantindo o atendimento aos baianos que estão em situação urgente, aqueles que mais necessitam", afirmou o governador.  
Conforme a Procuradoria Geral do Estado, demandas administrativas e judiciais que envolvam medicamentos ou procedimentos cirúrgicos, por exemplo, deverão  ser solucionadas com agilidade e assertividade, evitando desgastes desnecessários para o cidadão.