Você imaginou usar óculos 3D e ter a sensação de chegar perto de um tubarão? Já pensou em ver bem de perto um robô que faz pequenas tarefas? Ou então pilotar um avião e sobrevoar diferentes territórios de identidade da Bahia? Estas são algumas das experiências desenvolvidas pelos estudantes da rede estadual nas oficinas e cursos do Centro Juvenil de Ciência e Cultura, localizado no Colégio Estadual da Bahia (Central), que estão sendo apresentadas e que podem ser vivenciadas pelo público, até esta sexta-feira (21), durante as atividades do Centro Juvenil que integram a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2016 – Ciência Alimentando o Brasil.

Os estudantes de todas as escolas estaduais de Salvador e a população de um modo geral poderão participar das mais diferentes atividades, que envolvem exposições, mostras e mesas redondas, das 9h às 12h, das 14h às 17h e das 19h às 21h. Todos são convidados a entrar neste universo de experimentações científicas e de muito conhecimento.

“Como o tema central é alimentação saudável, em uma das experiências, os visitantes poderão conhecer, por meio de um jogo chamado Minicraft, áreas de plantio orgânico da agricultura familiar na Bahia, e construir uma cidade sustentável, fazer casas, hortas e fazendas”, comenta Carla Almeida, diretora do Centro Juvenil de Salvador, destacando que o ponto alto das atividades será na quinta-feira (20), à tarde. “Reforçamos o convite para que todos venham participar. Quem chegar aqui vai interagir, se divertir e aprender muito com tantas experiências que estão sendo apresentadas”, afirma.

A estudante Lislia Ludmilla Nascimento, 17 anos, que faz as oficinas de Fotografia e de Robótica no Centro Juvenil de Salvador, está participando de tudo desde o início das atividades. “Cada ação serve para ampliar meus conhecimentos sobre Ciência e Tecnologia, que são áreas que eu me identifico. Eu estou adorando e vou vir todos os dias”, comenta.

A professora Solange Mutti, coordenou uma mesa redonda sobre qualidade de vida e alimentação saudável e destaca a importância da iniciativa. “Abordei a relevância da pesquisa científica com essas temáticas para tornar a população mais informada e consciente. Além disso, é muito importante que as escolas levem essas discussões para a sala de aula sobre qualidade de vida”, explica a educadora.

No interior

Os estudantes do Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Senhor do Bonfim também participam da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2016 – Ciência Alimentando o Brasil. A partir desta quarta-feira (19) até sexta (21), será realizada, no próprio Centro, a exposição “Espaço Ciência Micológica”, em parceria com Universidade do Estado da Bahia (Uneb). A ação, aberta ao público, visa mostrar o estudo dos fungos, sua importância ecológica e a aplicação no comércio e na indústria.

No início das atividades, na última terça-feira (18), os estudantes percorreram praças e repartições públicas em uma ação denominada de ´Leitura Itinerante´, para promover o acesso aos livros e incentivar o gosto pela leitura. Além disso, também foram realizadas oficinas com temática sobre sustentabilidade e oficinas criativas como a “Fazendo Selfie”. O estudante Josué Fontes, 14 anos, do 9º ano do Colégio Estadual Julio Cesar Salgado, participou da oficina. “Aprendi a tirar fotos mais artísticas e personalizadas. Já fiz mais de cinco oficinas aqui no Centro e essas atividades são muito importantes para a nossa formação”, ressalta.

Fonte: Ascom/Educação