‘Humor’ é o tema de estreia do Psiconcerto, o novo projeto da Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba), que estreia na sexta-feira (4), no Casarão do Museu de Arte Moderna da Bahia, no Solar do Unhão (Av. Contorno), em duas sessões com entrada gratuita: às 17h (distribuição de senhas a partir das 16h30) e 19h (distribuição de senhas a partir das 18h30), sujeita à capacidade do local – 150 pessoas para cada sessão. O programa integra nova edição do Sarau OSBANOMAM.

Nesta edição, o público assistirá à apresentação de três peças sinfônicas sob a regência do maestro Carlos Prazeres, curador artístico da Osba, intercaladas com palestra do psicanalista convidado Carlos Pinto, abordando o tema em destaque. O ‘humor’ será ilustrado com a execução das composições: Divertimento em Fá Maior, de Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791); Pizzicato-Polka, de Johann (1825-1899) e Josef (1837-1870) Strauss, e Divertissement, do compositor francês Jacques Ibert (1890-1962).

Osba
(Foto: Ana Clara Araújo)

O projeto Psiconcerto conta com a curadoria da psicóloga Mariana Gordilho e a participação especial do professor e compositor Paulo Costa Lima, da Universidade Federal da Bahia (Ufba). Na sequência da temporada, serão apresentados os temas ‘Amor’, ‘Poder’ e ‘Medo’, no mesmo formato de concerto e palestra. A Osba é um corpo artístico do Teatro Castro Alves (TCA), mantido pela Secretaria de Cultura do Estado (Secult), por meio da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb). O Psiconcerto conta com o apoio do Museu de Arte Moderna Bahia – MAM.


Fonte: Ascom/TCA