Oitenta e dois instrumentos de tamanhos e sonoridades diversas, que compõem a exposição ‘A Arquitetura do Som’, do músico e ‘luthier’ (artesão especializado na criação de instrumentos musicais) Filipe Palma Abreu, 23 anos, em parceria com a Universidade Federal da Bahia (Ufba), podem ser visitados, gratuitamente, pelo público no Museu de Arte da Bahia (MAB), a partir desta sexta-feira (7), às 19h, dia da inauguração.

A mostra, que é o resultado da pesquisa de Filipe no campo da organologia e tem curadoria da artista visual Márcia Abreu, busca a obtenção de sonoridades por meio da utilização de materiais inusitados e da percepção dos seus sons primordiais, como vidro, cristais, cabaças, flautas doces, metal, PVC e madeira.

A visitação, com acesso gratuito, vai até o final deste mês, de terça a sexta-feira, das 13,h às 19h, e aos sábados, domingos e feriados, das 14 às 18h. O MAB é vinculado ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (Secult), que disponibiliza mais detalhes sobro evento no seu site.

Fonte: Ascom/Secretaria de Cultura do Estado (Secult)