Fechando a programação do mês de outubro do Conversando com a sua História, na próxima segunda-feira (31), a partir das 17h, o tema em debate acerca das memórias contemporâneas sobre a cultura e a política na Bahia será a sétima arte – ‘O Cinema na Bahia’. Nesta edição, os olhares da pesquisa histórica, da realização cinematográfica, da produção e da gestão do Cinema baiano serão debatidos, traçando um panorama das ações e impactos no audiovisual atualmente.

O evento será realizado no Quadrilátero da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, conhecida como Biblioteca dos Barris. Na mesa vão participar o comunicador, cineasta e gestor público, Pola Ribeiro, e a historiadora que tem ênfase em História do Cinema Baiano, Izabel Melo. O Conversando com sua História é uma ação do Centro de Memória da Bahia, com mais de dez anos de atividades discutindo a História da Bahia sob vários aspectos, como político, cultural, questões de raça, gênero, trabalho, dentre outro.

Debatedores

Pola Ribeiro é formado em Comunicação pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e, antes mesmo de ingressar na Universidade, produziu cerca de 40 filmes que, na época, circularam em cineclubes, mostras e festivais, recebendo prêmios nacionais. Ex-diretor do Audiovisual do Ministério da Cultura (MinC), Pola é membro titular do Conselho Superior de Cinema, do Conselho Consultivo da Secretaria do Audiovisual e vice-presidente da Associação Brasileira das Emissoras Públicas, Educativas e Culturais. Jardim das Folhas Sagradas foi o seu último longa-metragem produzido.

Izabel Melo é professora da Universidade Estadual da Bahia (Uneb) e Pesquisadora Associada da Filmografia Baiana. Além disso, tem experiência na área de História, com ênfase em História do Cinema Baiano. É também especialista em História da Bahia, pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), e mestre em História Social do Brasil, pela Ufba.

Centro de memória

O Centro de Memória da Bahia (CMB), unidade da Fundação Pedro Calmon/Secretaria de Cultura do Estado (FPC/Secult), tem como objetivo a difusão da história da Bahia, através da preservação e ordenação de arquivos privados e personalidades públicas, bem como a realização de exposições, seminários e cursos de formação gratuitos. Entre suas funções, é responsável pelo Memorial dos Governadores Republicanos da Bahia (MGRB), localizado no Palácio Rio Branco, no Centro Histórico de Salvador.

Fonte: Ascom/Secult