Diante da importância da temática da valorização e do conhecimento sobre a mandioca, algumas atividades que aconteceram na ‘Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2016 – Ciência Alimentando o Brasil’, no Parque Histórico Castro Alves (Cabaceiras do Paraguaçu), vão continuar até domingo (30). As atividades que permanecem são as de visita monitorada à Roça de Mandioca e à Casa de Farinha; exibição do Filme ‘Mandioca – Raiz do Brasil’ produzido pela TVE-BA; e Contação de História: Lenda da Mandioca. Essas ações acontecem durante o horário normal de visitação do PHCA e possuem entrada gratuita aos interessados.

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) é o maior evento de popularização de ciência do país. Este ano, o projeto ‘Cultura na agricultura: Mandioca entre a tradição e a ciência’, do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac), foi abordado durante o evento que aconteceu no Parque Histórico Castro Alves (PHCA), um espaço que ocupa uma área de 52 mil metros quadrados em Cabaceiras do Paraguaçu, onde o poeta Castro Alves nasceu.

A SNCT, que nesta 13° edição trouxe o tema ‘A ciência alimentando o Brasil’, tem o objetivo de aproximar a ciência e a tecnologia da população, promovendo eventos que congregam centenas de instituições a fim de realizarem atividades de divulgação científica em todo o país. O projeto ‘Cultura na agricultura: Mandioca entre a tradição e a ciência’, do IPAC, foi o tema abordado durante o evento realizado, simultaneamente, em Salvador, Jequié e Cabeceiras do Paraguaçu, entre 17 e 23 de outubro. O projeto foi vencedor do edital nº 01/2016 da Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social (Secis), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

O Parque Histórico Castro Alves integra a Diretoria de Museus (Dimus), do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac), unidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult).