Quem vê as leves cicatrizes nos joelhos do técnico em manutenção mecânica, Élquesson Santana Passos, 26 anos, não imagina a gravidade do acidente que sofreu na última quarta-feira (31), na BR-324. Recuperado do susto, ele foi, nesta segunda-feira (5), ao 3º Grupamento de Bombeiros Militar, localizado na região do Iguatemi, em Salvador, para agradecer aos que realizaram o resgate e lhe salvaram a vida.

Visivelmente emocionado, o jovem registrou o cuidado que os bombeiros tiveram com ele no momento da ação e durante o período em que passou hospitalizado. Lembrou que estava num engarrafamento a caminho da faculdade, onde estuda Engenharia Mecânica, quando uma carreta em alta velocidade atingiu o seu veículo. “Sou uma mensagem divina. Passei por tudo isso e sobrevivi. Devo minha vida a Deus e aos anjos enviados por ele para me salvar”, afirmou.

Formada por 12 homens, a equipe de salvamento levou duas horas para retirá-lo das ferragens. Foi necessário o uso de equipamentos pesados para cortar o aço retorcido, pois o carro conduzido por Élquesson ficou destruído após ser prensado entre duas carretas. Ambos hidráulicos, o macaco e o desencarcerador pesam cerca de 25 quilos, cada um, o que exigiu muita força e atenção dos socorristas.
Para o coordenador da ação de salvamento, major BM Ramón Diego Diniz, situações como essa reafirmam o amor que tem pela profissão. “Resgates com este grau de dificuldade motivam a me capacitar e melhorar cada vez mais”.

Emoção marca encontro de bombeiros com vítima de acidente
Após acidente, Élquesson afirmou que quer seguir a carreira de bombeiro para ajudar a salvar outras vidas
(Foto: Ascom/SSP)

Um cabo de vida, que acompanhou os bombeiros neste e em outros salvamentos e que também representa o compromisso do militar com a vida, foi dado a Élquesson como símbolo de união. O episódio do resgate o marcou de tal forma que ele garantiu: “vou querer seguir a carreira de bombeiro, para salvar a vida das pessoas”.

Fonte: Ascom/SSP