O tempo foi o inimigo a ser combatido pelos homens do Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar, na tarde de quinta-feira (29), quando uma equipe da unidade foi acionada para realizar o transporte de três órgãos humanos do município de Alagoinhas, no nordeste do estado, até a capital baiana.

“Administrar o tempo foi crucial”, disse o comandante de operação aérea do Grupamento (Graer) da Polícia Militar, tenente PM Édson Pereira Segundo. De acordo com ele, após retirados do corpo humano, os órgãos – um fígado e dois rins – teriam uma vida útil limitada, devendo chegar a Salvador até as 18h.

Acionado pela Coordenação da Central Estadual de Transplantes, o Graer disponibilizou uma aeronave e realizou o resgate dos órgãos em aproximadamente uma hora e meia. “Se o prazo para a efetuar o transplante não fosse cumprido, os órgãos poderiam entrar em falência”, explicou o capitão PM Solón Ferreira.

Foto: Ascom/SSP
(Foto: Ascom/SSP)

Uma equipe médica acompanhou a ação durante a viagem e, após o pouso, realizado no heliponto da Assembleia Legislativa (Alba), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), três ambulâncias levaram os órgãos para os hospitais Português, Ana Nery e São Rafael, a fim de serem transplantados. Saiba mais sobre doação de órgãos no site da Sesab.

Fonte: Ascom/SSP