Primeira escola pública de Ensino Médio do estado, o Colégio Estadual da Bahia – Central, localizado no bairro de Nazaré, em Salvador, completou 179 anos nesta terça-feira (6). Como parte das comemorações, a unidade recebeu a visita do secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.

“É muito importante estar conhecendo a realidade do Central, uma escola histórica e referência na educação do estado. Sabemos que possui um grande acervo que faz parte da memória da Bahia e vamos fazer um grande esforço para mantê-lo. Fico animado também em ver o trabalho dos gestores, pois aumenta o nosso compromisso para que realizemos ações transformadoras na unidade”, destacou Pinheiro.

O secretário percorreu as dependências do colégio guiado por professores e estudantes, que apresentaram a história do local e conversaram sobre demandas da comunidade escolar. De acordo com a diretora, Rosenilda Mesquita, a comunidade escolar ficou surpresa e feliz com a visita.

Foto: Claudionor Jr.
O Colégio Central fica no bairro de Nazaré, em Salvador (Foto: Claudionor Jr./Secretaria da Educação)

Na passagem pelo Central, Pinheiro ainda visitou o Centro Juvenil de Salvador, localizado no Pavilhão Dalva Matos, onde conferiu alguns cursos e oficinas oferecidos pela unidade, entre eles o Game Design, Papéis Interativos, Sala de Leitura, Piloto Virtual, Giro da Física e Robótica.

Durante a apresentação da história dos pavilhões, a estudante do 1º ano Eva Karine, 17 anos, disse que o colégio tem uma história formada por professores e estudantes ilustres, como Glauber Rocha, Calasans Neto, Elsimar Coutinho e Carlos Marighella. “Por isso é fundamental mantermos essa história viva”, disse. Professores como o padre Doutor Antônio Joaquim das Mercês, Luiz Vianna Filho, Edgar Santos, Severino Vieira e Carlos Corrêa de Menezes Sant´Anna também fizeram parte do Central.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação