Principal espaço cultural do Recôncavo Baiano, o Teatro Dona Canô completa 15 anos nesta quarta-feira (14). Administrado pela Secretaria de Cultura do Estado (Secult), em Santo Amaro, o equipamento comemora a data com uma programação pensada para a valorização da produção cultural local, incluindo apresentações musicais e performances de dança. A entrada é gratuita e a classificação é livre.

As atividades começam às 18h. Na área externa, a Sociedade Filarmônica Filhos de Apolo dá as boas-vindas ao público. Na sala principal, o Núcleo de Dança Mahadevi, Grupo Swing Dance e o Balé Afro do Recôncavo apresentam o resultado de seus trabalhos na sessão dedicada à riqueza da dança do Recôncavo.

Os cantores Amália Patrícia, Val Caetano, Márcio Valverde, Carol Soares e Roberto Mendes participam da programação. Também se apresentam a Orquestra Sunset, com participação de Lívia Milena, e os Corais Juventude Arte do Recôncavo e Infanto-juvenil Arte do Recôncavo, com o maestro Robert Alexandre, interpretando seus principais sucessos, além de artistas da terra, passando pelos principais gêneros musicais do Recôncavo Baiano. O encerramento da noite fica por conta do grupo Nicinha Raízes de Santo Amaro, que tem como proposta preservar e difundir o inestimável e relevante legado da música e da dança afrobrasileira. ,

Foto: Tiago Lima
O Teatro Dona Canô é um dos 17 espaços administrados pela Secult (Foto: Tiago Lima)

Com capacidade para 274 pessoas, o Teatro Dona Canô foi inaugurado em 14 de setembro de 2001 e recebeu o nome da matriarca da família Veloso como forma de homenagem. A programação do espaço é composta principalmente por espetáculos de teatro, seguidos de música e dança. O espaço fica na Rua do Imperador, nº 142.

Fonte: Ascom/Secult