A nona edição do Festival Multiarte Firmino Rocha segue até o próximo domingo (25), em Itabuna. Realizado no Centro de Cultura Adonias Filho, espaço apoiado pela Secretaria de Cultura do Estado (Secult), o evento é o maior encontro de artistas e espetáculos da região sul da Bahia. A programação inclui 54 apresentações de música, teatro e dança, exibição de nove produções de cinema e obras de 13 artistas plásticos, com entrada gratuita.

No encerramento serão conhecidos os artistas e grupos premiados, que foram selecionados entre mais de 100 inscritos. “Nosso festival é muito amplo e tem uma coisa muito bacana, que é a capacidade de congregar no mesmo espaço artistas renomados e iniciantes, pessoas de Itabuna e pessoas de fora, com distribuição de prêmios para as melhores apresentações”, explica o curador do festival, Fernando Caldas.

O festival premiará as categorias Melhor Teatro Infantil, Melhor Comédia e Melhor Drama; Melhor Ator e Melhor Atriz; Melhor Espetáculo de Dança Livre, Melhor Dança Clássica e Melhor Dança Contemporânea; também premiaremos Melhor Dançarino e Melhor Dançarina; Melhor Show de MPB Regional e Melhor Show de Pop / Rock; Melhor Cantor ou Cantora; Melhor Artista Plástico; Melhor Filme e Melhor Diretor.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Todos os espetáculos têm entrada franca. O público está condicionado ao limite de capacidade da Sala Principal do Centro de Cultura, que é de 300 pessoas. “Neste ano, há um aceno dos organizadores de que não haja superlotação, num atento às próprias normas de segurança da casa. Sabemos que o festival em si já tem um público cativo, mesmo porque traz consigo torcidas organizadas, caravanas e tudo o mais”, afirma a professora Luciana Soares, diretora administrativa da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), entidade que produz o evento.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Homenagem a Firmino Rocha

O Festival Multiarte Firmino Rocha foi criado em 2001, por meio de lei municipal. O nome ‘Firmino Rocha’ se dá pela homenagem que a cidade de Itabuna presta ao poeta, natural da cidade (1910 – 1971), autor de diversas obras, entre as quais o poema ‘Deram um fuzil ao menino’, que se encontra publicado numa placa na entrada da Organização dos Estados Americanos (OEA), nos Estados Unidos. Firmino Rocha é considerado um dos maiores ícones da cultura grapiúna.

Para os espetáculos do Multiarte, principalmente os de teatro, sugere-se cuidadosa observação das classificações indicativas. De quarta (21) a domingo (25), os espetáculos serão apresentados sempre das 8h às 22h, sendo que os espetáculos infantis estão concentrados na manhã da quarta-feira. Estima-se um público de cerca de 2 mil pessoas, nos seis dias.

Fonte: Ascom/Secult