O MBA de PPPs e Concessões, o primeiro do Brasil especializado em parcerias público-privadas, está com inscrições abertas até 30 de junho. As aulas começam em agosto para uma turma de 50 alunos, na maioria gestores públicos e privados envolvidos com projetos nessa área. A oferta do curso de pós-graduação é resultado da parceria entre a Rede Intergovernamental para o Desenvolvimento das PPPs (RedePPP), a London School of Economics and Political Science (LSE Enterprise) e a Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (Fiesp-SP).

Liderada pela Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA), a RedePPP reúne 30 organizações brasileiras, entre estados, municípios, órgãos federais e agências de fomento. O titular da Sefaz-BA, Manoel Vitório, ressalta que a qualificação técnica dos responsáveis por parcerias público-privadas “é fundamental para o desenvolvimento desta área, que amplia as perspectivas de investimentos no País, em um momento de grandes dificuldades para as finanças do setor público”. Segundo ele, a Bahia é um dos líderes do Brasil em contratos de PPP.

De acordo com o coordenador da RedePPP e chefe da Secretaria Executiva de Projetos de PPP da Sefaz-BA, Rogério Princhak, há carência de formação técnica no setor nas esferas pública e privada. “A realização do curso cumpre a função da RedePPP de apoiar e fomentar a capacitação técnica visando à promoção dos projetos de PPP no Brasil”. Já o coordenador do MBA e diretor de programas da LSE Interprise, Carlos Alexandre Nascimento, informou que o objetivo é formar especialistas em PPPs e em concessões, suprindo a demanda de formação técnica neste mercado.

Ao todo são 420 horas-aula, das quais 380 horas por meio de ensino a distância (EaD) e 40 em módulo presencial, com certificado da LSE Enterprise para os participantes do MBA. Todas as informações sobre a especialização – conteúdo programático, inscrições e valor do investimento – podem ser conferidas no site da Fesp-SP. Já a matéria completa está disponível no site da Secretaria da Fazenda.

Fonte: Ascom/Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA)