Blitzes educativas, passeios ciclísticos e motociclísticos, seminários para motoristas de ônibus e instrutores de autoescolas, distribuição de materiais educativos e fórum com órgãos parceiros marcaram a programação do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA), neste mês, quando todo o Mundo se uniu para refletir sobre o número alarmante de acidentes de trânsito, por meio do movimento ‘Maio Amarelo’.

O encerramento das atividades aconteceu no final de semana, em Salvador e na cidade de Irecê (centro-norte), onde as ações educativas fizeram parte das comemorações pelos 83 anos de emancipação do município, reunindo motociclistas de todas as regiões do País, no 5º Forrock Cidade. Entre as atrações estavam o robô do Detran, com 2,5 metros de altura, que chamou a atenção de adultos e crianças para a prevenção de acidentes.

O engenheiro mecânico, Roberto Bandeira, 58 anos, que deixou Salvador para participar do festival em Irecê, acompanhado de 25 motociclistas, disse que há poucos dias havia perdido um casal de amigos em um acidente de carro, em Brasília (DF). “A esposa de um amigo estava dirigindo e falando ao celular e isso causou a morte deles. As pessoas precisam saber dos riscos que este tipo de atitude representa”.

Na capital, a equipe de educação para o trânsito do órgão promoveu o ‘Domingo Amarelo’ em dois importantes pontos turísticos – o Farol da Barra e o Largo da Mariquita, no bairro do Rio Vermelho. O robô do órgão também marcou presença. Para o ciclista Matheus Vinícius Souza, 22, a participação do Detran-BA nesse contexto é fundamental para conscientizar as pessoas de que se deve respeitar o espaço do outro no trânsito.

"Todos os dias sofro com a falta de sensibilidade dos motoristas. Eles fazem de conta que os ciclistas são invisíveis quando estão ao volante e, por isso, há tantos acidentes. A imprudência é constante. Acredito que ações educativas como esta, possam alertar muita gente a mudar a má conduta no trânsito", afirmou Matheus.

De acordo com o diretor-geral do Detran-BA, Lúcio Gomes, com o ‘Maio Amarelo’ as pessoas puderam aprender que o trânsito é responsabilidade de todos. Por isso, as ações devem ser permanentes, até que se consiga evitar a violência nas vias. “Neste mês, quando as atenções estão voltadas para o movimento de atenção pela vida, o Detran-BA está em Irecê mostrando para a população uma prévia do trabalho que será realizado durante o São João na cidade”.

Segundo ainda Gomes, o objetivo do órgão, este ano, “é reduzir pela metade o número de vítimas de acidentes nas estradas baianas durante os festejos juninos”. Nesta terça-feira (31), o órgão divulga o relatório final das ações do movimento.

Fonte: Ascom/ Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA)