O Sol estava se pondo quando a chama olímpica começou, na última sexta-feira (20), seu trajeto pelo município de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. Antônio Jesuíno, o Piolho, ex-jogador de futebol, que atuou pelo Bahia e Vitória na década de 1970, iniciou o trajeto. “Abrir o revezamento em minha cidade é um orgulho, e uma das maiores emoções da minha vida”, contou Piolho, depois de conduzir a tocha.

Coube ao artista plástico, Allan Cardoso Lessa, acender a pira da celebração, encerrando o percurso em Vitória da Conquista, no Centro Glauber Rocha – Educação e Cultura. “Emoção indescritível representar os conquistenses e, em especial, os artistas dessa cidade”, contou, emocionado, Allan.

O secretário do Trabalho e Esporte, e coordenador do Grupo de Trabalho das Olimpíadas no estado, Álvaro Gomes; o prefeito de Vitória da Conquista, Guilherme Menezes; e o diretor-geral da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), Elias Dourado, participaram da cerimônia. Neste sábado (21), o símbolo olímpico segue para as cidades de Itambé, Floresta Azul, Ibicaraí, Itabuna e Ilhéus.

Roteiro da Tocha Olímpica na Bahia

21/05 – Itambé, Floresta Azul, Ibicaraí, Itabuna, Ilhéus;
22/05 – Itacaré, Camamu, Ituberá, Cairu, Valença;
23/05 – Lençóis;
24/05 – Salvador;
25/05 – Feira de Santana, Riachão do Jacuípe, Capim Grosso, Senhor do Bonfim;
26/05 – Jaguarari, Juazeiro, Sobradinho;
27/05 – Paulo Afonso

Fonte: Ascom/Setre