Quatro projetos estudantis, premiados na Feira de Ciências da Bahia (Feciba), iniciam nesta terça-feira (17) a participação na Expo Milset Brasil 2016, que acontece em Fortaleza, no Ceará. Os projetos também foram destaques em videoconferência realizada nesta segunda-feira (16), no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, que buscou mobilizar escolas, estudantes e educadores para a construção da 6ª edição da Feciba, por meio das feiras escolares e regionais de ciências.

"A Milset é uma feira de grande porte, de toda a América Latina. Isso nos traz uma expectativa muito grande. Vamos lá representar o nosso estado e trazer uma premiação e contribuir cada vez mais e mais com a educação da Bahia", afirmou o estudante Cássio Lima dos Santos, do Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Tecnologia da Informação – Alvaro Melo Vieira, em Ilhéus. Ele leva para a Milset o projeto ‘Produção de etanol 2ª geração a partir de resíduos de frutas’, produzido com o colega Jonatas Rodrigues Santos, com a orientação da professora Margarete Araújo.

Já Leonice Costa, estudante do Colégio Estadual José Bonifácio, em Governador Mangabeira, vai apresentar o projeto ‘Produção de adesivos de unhas como complementação de renda no município de Governador Mangabeira’, que busca utilizar materiais recicláveis para confecção de adesivos de unhas para geração de emprego e renda na região.

"Depois do projeto, o meu olhar sobre a questão da reciclagem e da sustentabilidade mudou. Hoje, no nosso município, temos pessoas de várias idades trabalhando com o fruto da nossa pesquisa e gerando renda", comemorou Leonice. O projeto foi produzido em parceria com a estudante Denise Santana, com a orientação da professora Jacidalva dos Reis.

Videoconferência

Além da exposição dos projetos que vão para a Expo Milset Brasil 2016, a videoconferência trouxe diversas palestras com foco na mobilização de estudantes e educadores. Entre as palestrantes, a estudante Alice Mascarenhas, que conquistou o segundo lugar na Febrace 2016, com o projeto Evolution, destacou a importância do incentivo dado pela Feciba e o Ciência na Escola. "Eu fico contente em ver que nosso estado ainda se preocupa e investe na educação, que é a única forma de evoluirmos e alcançar o progresso", declarou.

O diretor-geral do Instituto Anísio Teixeira (IAT), Severiano Alves, também destacou o cuidado com a educação. "É muito bom participar de um governo que traz como sua bandeira e educação. E é isso que nossa juventude precisa, de uma educação que incentive os estudantes para a pesquisa", afirmou. O diretor também anunciou que, em breve, o IAT terá um centro para fortalecer a pesquisa docente no estado da Bahia. "Esta é uma das funções do IAT que precisamos por em prática", completou.

Projetos que participam da Expo Milset Brasil:

Produção de adesivos de unhas como complementação de renda no município de Governador Mangabeira
Professora: Jacidalva dos Reis da Silva Santana / Estudantes: Denise Santana de Almeida e Leonice Costa Leone. Colégio Estadual José Bonifácio – Governador Mangabeira

Acompanhamento do projeto arara azul em Euclides da Cunha e Canudos
Professora: Poliana Gonçalves Guimarães / Estudantes: André Felipe Lima Ferreira e Heverton Wesley da Silva Almeida Paixão. Educandário Oliveira Brito – Euclides da Cunha

Produção de etanol 2ª geração a partir de resíduos de frutas
Professora: Margarete Correia De Araújo / Estudantes: Jonatas Rodrigues Santos e Cássio Lima dos Santos. Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Tecnologia da Informação – Alvaro Melo Vieira – Ilhéus

Boia alarme contra enchentes e inundações (Bacei)
Professor: Lindomar de Oliveira Costa / Estudantes: Lucas Rocha Santos e Moisés Reis Barros. Colégio Estadual Antônio Batista – Candiba

Fonte: Ascom/IAT