A segunda chamada do Edital Mobilidade Artístico-Cultural do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA) vai ser aberta nesta quinta-feira (5). Até 3 de junho, continuam as inscrições de propostas e projetos com atividades programadas para o período entre novembro de 2016 e janeiro de 2017. O FCBA é um mecanismo de fomento administrado pela Secretaria da Cultura do Estado (Secult).

As inscrições podem ser feitas enviando a documentação pelos Correios. Já as informações sobre o edital estão disponíveis no Portal da Secult, onde os proponentes encontram o edital, formulários para download e a documentação obrigatória a ser anexada. Outro meio de contato é a Central de Atendimento Integrado da Secult, que orientam interessados e proponentes sobre o edital. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h, através do telefone (71 3103-3489), e-mail mobilidade@cultura.ba.gov.br ou, presencialmente, no endereço Palácio Rio Branco, localizado na Praça Thomé de Souza, s/n, em Salvador.

Propostas e projetos apoiados

Destinado a financiar iniciativas de residência, formação, intercâmbio e difusão cultural no Brasil e no exterior, o edital contemplou o músico Armandinho Macedo, que no mês de abril de 2016 esteve em Madri, na Espanha, onde fez um workshop sobre guitarra baiana e alguns shows com participação especial de artistas locais visando dar visibilidade à produção musical baiana.

Em anos anteriores foram apoiados artistas e projetos como o Festival de MPB em Barcelona (2012), dançarinos, músicos, estágio de formação artística, residência em produção circense, entre outros. Na edição de 2015, a iniciativa beneficiou 32 propostas de residência, formação, intercâmbio e difusão artístico-cultural no Brasil e em outros países.

Na primeira chamada de 2016, realizada entre março e abril, foram enviadas à Secult 64 propostas e 33 projetos inscritos. Segundo o diretor de Fomento à Cultura, Matias Santiago, os trabalhos passarão por análise técnica e seguem para a Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), onde serão observadas a adequação e a execução da proposta. “Será feita agora uma análise de mérito das propostas, sendo apreciadas [em última instância] pela Comissão Gerenciadora do Fundo de Cultura. Cada uma das chamadas tem valor limite de R$ 250 mil”, explica Santiago. O edital permite a participação de todos os segmentos culturais.

A terceira chamada do edital será realizada entre os dias 11 de julho e 9 de agosto, contemplando projetos com atividades programadas para os meses de fevereiro a abril de 2017. O limite de financiamento destinado às propostas é de R$ 50 mil para projetos de intercâmbio e difusão. No caso de projetos de Residência Artística e Cultural, e Formação Artística e Cultural, o valor máximo é de R$ 25 mil.

Fonte: Ascom/Secretaria de Cultura do Estado (Secult)