Músicos e dançarinas do Grupo Renascer da Terceira Idade – que faz parte das Organizações Sociais Irmã Dulce –, farão uma apresentação de samba de roda na abertura da 14ª Semana de Museus, às 9h30 desta segunda-feira (16), no jardim do Palácio da Aclamação (Av. Sete de Setembro, Campo Grande), em Salvador. O evento contará ainda com a apresentação ‘Afoxé Agogôs de Lata’, da Orquestra Museofônica e Emília Biancardi, que marca a abertura da mostra de painéis “Museus: Paisagens Culturais” e da campanha #MusEuVou, incentivando a visitação aos museus da cidade.

A realização é da Secretaria de Cultura do Estado (Secult), por meio do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac) e da Diretoria de Museus (Dimus). Logo após a solenidade, os presentes serão convidados para conferir a mostra que fica permanente no Passeio Público, no Campo Grande.

Com foco no samba de roda, o Grupo Renascer realiza apresentações em diversos eventos e atividades culturais. “Através de atividades lúdicas e de lazer, o Grupo Renascer da Terceira Idade proporciona aos seus integrantes uma retomada ao papel na sociedade, gerando uma integração entre os idosos e os meios culturais”, contou o coordenador, Ubirajara Silva.

Urbanização

A exposição ‘Museus: Paisagens Culturais’ é composta por 11 painéis impermeabilizados que retratam o crescimento urbano da cidade de Salvador, principalmente no final do século XIX. Os painéis (média de 3 X 2 metros) foram retirados do livro ’50 anos de urbanização – Salvador da Bahia no Século XIX’, resultado do projeto de pesquisa de Consuelo Novais ‘Serviços Urbanos e Movimentos Sociais na Bahia – 1846-1900’, vencedor da primeira edição do Prêmio Clarival do Prado Valladares, promovido pela Odebrecht. As fotografias foram doadas pela Odebrecht ao Museu de Arte da Bahia (MAB), que recebeu a mostra de lançamento do livro. A pesquisa foca nas transformações ocorridas na cidade de Salvador com o surgimento dos primeiros serviços de transportes coletivos, abastecimento de água, saneamento e iluminação.

"A 14ª edição da Semana e Museus traz como tema ‘paisagem cultural’, que abrange tanto a paisagem natural quanto a paisagem construída pelo homem, ou seja, suas intervenções arquitetônicas-urbanísticas. Por esta razão, estamos colocando em exposição algumas imagens da antiga Salvador, para que o público possa conhecer, apreciar e, ao mesmo tempo refletir acerca das mudanças ocorridas no centro da cidade, ao longo dos anos. A exposição é gratuita e terá caráter permanente no Passeio Público. Esperamos uma intensa visitação", comemorou a diretora de Museus do Ipac, Ana Liberato. A campanha #MusEuVou é uma iniciativa da Secretaria de Comunicação do Estado (Secom) e da Secult, em pareceria com o Ipac.

Fonte: Ascom/Dimus