O Centro de Cultura de Alagoinhas – espaço cultural administrado pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult) – recebe o show "Memórias do Samba – Uma Homenagem ao Cartola". O evento acontece sexta (6) e sábado (7), às 19h, com entrada gratuita e classificação de 14 anos. A realização é da FB4 Produções e da Eventos MEI e conta com apoio financeiro do Fundo de Cultura da Bahia (FCB), mecanismo de fomento à cultura gerido pela Secult e pela Secretaria da Fazenda (Sefaz).

Angenor de Oliveira, o Cartola, foi ícone da efervescência cultural entre as décadas de 60 e 70. O musical perpassa por memoráveis e emocionantes obras musicais, além de fragmentos da história de Cartola, que podem ser apreciadas pelo público em uma homenagem da cantora baiana Wil Carvalho pelos 35 anos de morte do cantor.

Angenor de Oliveira (1908-1980) ganhou o apelido de Cartola devido ao fato de usar um chapéu que os amigos dizem parecer uma cartolinha. Foi cantor, compositor e violonista, considerado por muitos críticos como o maior sambista da música brasileira. Aos oito anos, mudou-se para o bairro das Laranjeiras na capital fluminense, quando já carregava o gosto pela música e, em 1919, por motivos de grandes dificuldades financeiras, mudou-se para o bairro da Mangueira. Foi lá onde conheceu Carlos Cachaça, que passou a ser seu parceiro no samba. Entre os seus maiores sucessos estão as canções As Rosas não Falam e O Mundo é um Mionho.

Fonte: Ascom/Secult